Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NATAL- Missão do Pai Noel

NATAL-Missão do Pai Noel – 1990

Chega o natal!
No éter ouvimos os acordes maviosos das canções que lembram o nascimento do Deus Menino. Acordes estes que trazem nostalgia; saudade dos tempos de criança em que convictos esperávamos o Papai Noel; saudade do aconchego dos braços materno, que transmitiam o calor e a proteção a nós, na época, tão indefesos. Tudo isso volta como saudade viva e doída dos felizes anos de criança já passados, nos acordes das canções natalinas.
Hoje não vemos mais aquele Papai Noel bonachão, de sorriso estampa-
do transmitindo na face um vigor fora do comum.
Vemos sim, um Papai Noel que não se chama Noel, alquebrado pelo labor diário, de sorriso triste e face sulcada pelos vexames e dificulda-
des da vida.
A única coisa que traz em comum são os cabelos brancos que alvejaram sua cabeça. E, um sentimento de culpa invade o âmago de nossas consciências ao vermos a nossa participação no enrugar daquela face e no embranquecer daquela cabeça. Esse reconhecimento torna-se maior quando, por motivos superiores, não podemos proporcionar o conforto, a tranqüilidade, que bem fez por merecer no ocaso da vida.
Pouca coisa podemos dar a não ser nossa gratidão, o fervor de nossas orações pedindo ao Deus Menino sua saúde e proteção; a retidão dos nossos passos em homenagem aos seus ensinamentos e, finalmente, o nosso sacrifício nos estudos honrando o nome da família que recebe-
mos.
Que Deus, o Alfa e o Ômega da vida, derrame as maiores bênçãos sobre o resto de sua existência, trazendo a paz e ratificando a certeza de que cumpriste a sua missão.
Deus o abençoe Papai Noel!

                                                                  Rildege Acioli
Dege
Enviado por Dege em 24/11/2007
Código do texto: T750350
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Dege
Olinda - Pernambuco - Brasil, 83 anos
38 textos (1142 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 13:16)
Dege