Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Era dia de ANO NOVO!!!

Eu me lembro de que passeava pelo CTA em São José dos Campos olhava o céu, as nuvens e pássaros e estava feliz por ter passado de ano na escola e ganho uma linda bicicleta (reformada pelo meu pai é verdade, mas estava repintada de preto, Philips aro 24 uma gracinha) era dia de Ano Novo breve seria 1958.

Também me lembro de um dia que estava triste pois minha mãe estava muito adoentada, tinha ficado no hospital eu a vi dar montes de presentes a enfermeiras, faxineiras e médicos e deveria retornar como retornou e veio a falecer antes do final de janeiro um ano turbulento na política nacional, sim era dia de ano Novo e breve seria 1964.

O tempo voa, estava feliz porque tinha ganho um festival de canções em minha cidade e agitava muito com uma grande turma de amigos e amigas acho que estava até namorando nesse tempo, coisa rara na minha vida de adolescente.

Lembro-me de que a gente brincava muito com o final deste ano pois a gente podia falar abertamente a todo mundo feliz 69, sim era dia de Ano Novo e breve seria 1969.

Engraçado lembrar que certo dia estava triste pois emprestei uma Vemaguete da DKW de um amigo para ir a Taubaté e lá fiquei aos amassos com uma professorinha mas tive de voltar para passar o Reveillon em SJC com meus irmãos e como sempre após isso ir ao tradicional baile de reveillon do Tênis Clube.

Nesse baile chateado e bebendo fui abordado por uma menina que começou a tirar meu copo de bebida da mão e ao tentar pega-lo eu rosçava nela e isso acabou com beijos no jardim do clube e depois num namoro do qual resultaram meus quatro maravilhosos filhos.

Sim era dia de Ano Novo e breve seria 1974.

Tinha mudado de emprego, agora voltava a trabalhar com o que gostava estava na TV Globo S.Paulo no escritório do SP2 do Vale do Paraíba, estava feliz por ter terminado a Faculdade de Direito, mas mesmo tendo passado em um concurso para Oficial de Justiça resolvi continuar na publicidade estava casado e já com um filho de alguns meses.

Era dia de Ano Novo e breve seria 1978.

Este ano estava especialmente feliz, tinha concluído meu curso de Pós-Graduação na ESPM e tinha conseguido implantar em minha cidade mais um sonho de minha vida, o segundo painel digital de rua do país o PZ (Painel Zecca) e nele mensagens que faziam uma contagem regressiva para o final de ano.

Era dia de Ano Novo e breve seria 1988.

Mas nem só de dias e anos felizes vivemos então, falo de um ano que passei momentos terríveis de solidão mesmo estando numa casa enorme, maravilhosa com 04 filhos esposa, carro e moto importados, bem empregado além de também ter meu próprio negócio.

Estava triste e esse seria um dos piores finais de ano de minha vida, era dia de Ano Novo e breve seria 1995.

Minha vida se transformou, eu me separei e saí de casa em abril e não conseguindo mais viver em São José dos Campos preparei minha ida com meu painel para Fortaleza, era uma mudança enorme um pulo no escuro estava só em uma cidade estranha, apesar de alguns amigos publicitários que conquistei.

Estava num local lindo mas me sentia muito só, era dia de Ano Novo e breve seria 1996.

Mais uma vez minha viva foi uma turbulência, passei um ano maravilhoso mas também atribulado com mil acontecimentos culminando com um tombo do sócio no final de ano, a vontade de esquecer tudo e voltar atrás até mesmo em relação a minha vida pessoal mas isso foi impossível.

Era final de Ano e breve seria 1997.

Mais uma vez minha vida pessoal estava complicada, tinha alguém que dizia me amar mas não sentia isso com ênfase, na vida profissional também novamente a vontade de fazer me colocara em confronto com forças poderosas e estava saindo de um local onde gostaria de continuar até porque tinha adorado o convívio com os jovens em sala de aula.

Na Internet encontrei uma pessoa linda em todos os sentidos e com a qual me arrependo até hoje de não ter passado aquele reveillon, era dia de Ano Novo e breve seria 1999.

O século estava acabando todos falavam das mudanças, mas será que as mudanças me fariam feliz?

Novamente turbulências na vida profissional e maior ainda no amor. Breve eu perderia a pessoa com quem vivera os últimos seis anos. Era dia de ano Novo e breve seria 2000.

Passei um ano gostoso onde comecei a retomar minha vida pessoal, conheci pessoas adoráveis mesmo morando distantes de mim as principais uma professora de inglês e uma dentista.

O reveillon seria passado com a família dessa última, era dia de Ano Novo e breve seria 2001.

Também nesse ano conheci pessoa muito boas, acho mesmo que atraímos as pessoas para nós pelo que somos.

O final de ano apesar de estar para variar na maior dureza por mudanças que me prejudicaram no trabalho, fui passar na praia com uma pessoa a quem quero muito bem até hoje e uma amiga, foi um lindo passeio e reveillon com os fogos pipocando nas praias.

Era dia de Ano Novo e breve seria 2003.

E agora?

Estamos já no ano de 2004 foi outro ano de avanços interiores principalmente, o primeiro ano após lançar meu livro Mensagens para você, que mesmo sendo de um autor desconhecido tem agradado as pessoas que o lêem.

Também conheci muitas pessoas neste ano e espero que dele possa levar boas coisas pelos anos que se seguem.

Sinto que estou perto de mudanças, pelo final de ano, pelos meus sentimentos e por tudo a minha volta.

A tristeza e alegria se misturam, a distância de minha filha Tilianna na casa de quem passei o reveillon do ano passado e que hoje se encontra na Mongólia.

Enfim é a ansiedade do que há por vir, estamos nos últimos dias do ano e logo será dia de Ano Novo e breve será 2005.

Felicidades a todos pelo ano que se inicia. Beijos, Rê.
Renato Zecca
Enviado por Renato Zecca em 02/12/2007
Código do texto: T761394

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Renato Zecca). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Renato Zecca
São José dos Campos - São Paulo - Brasil
257 textos (80779 leituras)
6 áudios (23707 audições)
2 e-livros (186 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 09:04)
Renato Zecca