Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

******ASSIM DEUS NOS CRIOU***

***ASSIM DEUS NOS CRIOU***

 

 

 

 Neste universo tão imenso,

Deus criou tudo que há

Fez o céu e fez a terra

E tudo que nela há.

 

E por fim criou o homem

Sua imagem e semelhança

Ele fez um homem perfeito

Com muita fé e esperança...

 

Do pó o homem foi feito

Pelas mãos do criador

E assim ele fez o homem

Com gestos de carinho e amor.

 

Mas o homem ficou triste

Algo faltava no seu olhar

Nosso Pai e só bondade

Logo veio a imaginar.

 

Que o homem estava sozinho

E tinha um mundo para cuidar

E que precisava de carinho

Alguém para lhe amar...

 

E assim ele fez a mulher

E o homem se alegrou

Era o primeiro casal

Todo Éden iluminou...

 

Que pena! Nem todos podem ver

Nem consegue imaginar

Que a nossa vida terrena
Um dia vai acabar...

 

Esta vida e passageira

Aqui não vamos ficar

Viemos só de passagem

Para as belezas contemplar.

 

Más Jesus e quem convida,

Chama e chama sem parar

Com sua voz suave e meiga

Desejando te salvar.

 

Deus nos deu um paraíso

E uma terra linda para cuidar

E nos deu a vida eterna

Cultivada em um pomar.

 

Más o homem inocente

Não conseguia enxergar

Que a maldosa serpente,

Estava naquele lugar.

 

E a mulher foi induzida

Desobedecer ao nosso Pai

Pela serpente foi enganada

E por terra sua inocência foi lançada...

 

Hoje eu vejo os estragos

Que a serpente deixou

Enganou o pobre homem

E do paraíso os expulsou

 

 

Do pó o homem foi feito

E em pó se tornará

E teremos um sono profundo

Até o Pai vir nos buscar...

 

 

Autoria Nadir Vilela

(direitos autorais reservados)

Em 19-11-2005 Brasil-Itatiaia-Penedo

 

Nadir Vilela Poetisa
Enviado por Nadir Vilela Poetisa em 09/12/2005
Código do texto: T83020


Comentários

Sobre a autora
Nadir Vilela Poetisa
Itatiaia - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
577 textos (89790 leituras)
63 áudios (23192 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/04/21 10:29)
Nadir Vilela Poetisa