Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
POETA TAMBÉM GRITA




Pode o mundo todo estremecer
o coração do poeta ainda palpita
em sua poesia ele protesta e grita
contra a injustiça que vive a crescer
pela moral que está a esmorecer

Busca em seus versos a inspiração
e grita em toda e qualquer situação
com suas palavras ele vai e avança
persistindo no grito ele ainda alcança
na arte a sua liberdade de expressão

======================================




Sueli do Espirito Santo
Enviado por Sueli do Espirito Santo em 04/03/2007
Reeditado em 01/12/2011
Código do texto: T400626


Comentários

Sobre a autora
Sueli do Espirito Santo
Santo André - São Paulo - Brasil, 69 anos
1483 textos (241628 leituras)
1 e-livros (111 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/20 00:45)
Sueli do Espirito Santo