Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
MUITO OBRIGADO!!!

Hoje trinta e sete faço
De trinta e seis é a cara
Do tempo já tenho traço
Esse danado não para
Mais um degrau na escada
Desta terrena jornada
Nesta data é atingido
Ao Divino a gratidão
Pela Sua permissão
Externo, mui comovido

Na folha do calendário
Mês de julho, seis o dia
Consta: é meu aniversário
Celebro com alegria
Ademais, prazer eu canto
Dia dez neste Recanto
Ano exato é completado
O registro é mais antigo
O primeiro texto, digo
Foi no dia mencionado

Quarenta e poucas dezenas
De publicações diversas
Nas mais de quatro centenas
Ideias estão dispersas
Eu sou grato ao Meu Senhor
Ao visitante, ao leitor
Pela força que a mim dão
Obrigado, de verdade
Eu sou só felicidade
Na dupla celebração



Meu agradecimento pelo carinho manifestado por todos e pelos versos com que me agraciam.

Aqui muito exitada, quero-te felicitar
Por estas belas comemoraçöes
Vou aqui meus parabéns te dar!
(Ange)

***


Meu querido cordelista
Nesta trovinha que traço
Vai da amiga sulista
Um caloroso abraço.
(Giustina)

***

Antes que o dia termine
Vim deixar o meu abraço
Meus votos de sa
ude e alegria faço
Para que Deus sempre lhe ilumine!

*

Vim aproveitar a ocasião
No calor da emoção
Procurando um espaço
Para dar-lhe um outro abraço
Não pense que vou perder
De captar essa boa energia
Faço-o, com imensa alegria
Demonstrando ao amigo o meu querer!
(Danusalmeida)

***

Jerson meu querido amigo,
Eu não vi o calendário,
E por isso me esqueci,
Que era o teu aniversário,
Mas agora estou aqui,
Para desejar mesmo atrasado,
Felicidade sem fim....
(Ignez Freitas)

***

Amigo, eu me atrasei
Em vir lhe cumprimentar
Lá na Márcia eu deixei
Versos pra lhe abraçar
Tudo de bom lhe desejo
Grande abraço e um beijo
E luz pra lhe iluminar!
(Milla Pereira)


***

Nestes versinhos que faço,
deixo a ti o meu abraço
e votos de felicidade.
Na feliz realidade
de mais um ano que passa,
que os anjos de cubram de graças.
(HLuna)


***

Meu amigo Jerson Brito
Que prazer sabê-lo feliz
Perdoe meu desmantelo
Neste mês também habito
E aqui eu me permito
Mandar-lhe meus parabéns
Pois sem favor a ninguém
Você é grande poeta
Fazer o bem é sua meta
Que Deus o ajude, amém!
(Ansilgus)

***

Nunca é tarde para parabenizar
A quem temos grande admiração
Tudo de bom quero te desejar
E te guardar sempre no coração.
(Giovânia Correia)
Jerson Brito
Enviado por Jerson Brito em 06/07/2010
Reeditado em 09/07/2010
Código do texto: T2361310

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jerson Brito
Porto Velho - Rondônia - Brasil, 46 anos
1722 textos (185256 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/19 09:24)
Jerson Brito