Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Que toda minha loucura seja perdoada!

Que toda minha loucura seja perdoada!
E minha razão adormeça ao lado da emoção
Como dois corpos exaustos das batalhas do prazer
Que toda minha loucura seja perdoada!
E que meu sorriso contagie outras bocas
Bocas fechadas, bocas tristes, bocas sem dentes...
E que desse contágio sorrisos emanem por entre os povos
Que toda minha loucura seja perdoada!
E que preconceitos sejam libertos da alma da humanidade
A vida renasça com expressão do calor do sol
Como à água corrente
Como a semente que surge
Que toda minha loucura seja perdoada!
Entre apertos de mãos, abraços sinceros
Palavras verídicas
Que toda minha loucura seja perdoada!
A Fé compartilhada com o respeito de todas as crenças
O Branco e o Preto mesclados com os coloridos
Homens e mulheres respeitados na escolhas
Não importa as  escolhas tomadas, mas que sejam felizes
Que toda minha loucura seja perdoada!
Sou metarmofose de uma vida feliz!


Poetisa de Gaia
Enviado por Poetisa de Gaia em 08/09/2007
Reeditado em 04/12/2011
Código do texto: T643567

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Poetisa de Gaia
Salvador - Bahia - Brasil
238 textos (40509 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 13:45)
Poetisa de Gaia