Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Meu grito de amor.

Meu grito de amor


Uma mulher. Uma provocação.
Grito. Falo. Amor de você.
Esta mulher. Meu grito e minha voz
Do amor. De Amor em eterno.

É linguagem e explicita.
É grito que sufoca.
É voz que chama.
Os s olhares que chama!

O desespero de não ter você.
Meus gritos. Minha voz.
O amor. A espera. Nós. Nós. A saudade.
O grito do silêncio. A Mulher especial.
O seu lugar. Pois! Nunca voltei.
Uma lembrança. Amada e Amante.

Meu grito. Minha voz. De amor
Ecoou no imaginário de nossos seres.
Nas almas em desalinhos.
Na escuridão da noite.

Hoje não há grito. Há voz baixa.
Sussurros. Chama se pelo olhar
Grita com sorrisos.
Cala se os possíveis gritos.
Com beijos de amor.
Meu grito e minha voz no amar
E para a! !



ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Enviado por ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA em 25/09/2007
Reeditado em 25/09/2007
Código do texto: T667358
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (elio candido de oliveira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Ibiá - Minas Gerais - Brasil
4106 textos (160404 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 04:05)
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA