Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Para Ariadne

Desentendimento não é escolha
Tornar-se comum é o desafio
Existem ruídos na comunicação
E o enredo fica sempre por um fio

Que linha é essa que te pertence?
Em que labirinto tu és e estás?
Quem sou eu querendo saída?
Oh tu, menina, quem tu és?

Para tirar-me deste labirinto
Levar-me à via que é teu ser
O fio que tens em tua mão
Tu podes, sim, me estender
Wilson Correia
Enviado por Wilson Correia em 18/10/2007
Reeditado em 19/10/2007
Código do texto: T698902

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wilson Correia
Amargosa - Bahia - Brasil
1192 textos (550252 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 01:02)
Wilson Correia