Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não lamentes mulher

Não lamentes mulher


Não quero que chores nem lamentes.
É a flor da existência.
Que procuro na perdida noite .
Sem noção de onde estará.
Quero que não sejas sozinha de coração.

Quero nosso lar e nosso leito.
Frio e sozinho se alegre.
Na busca desta noite. No angariar de mim.
A você não desejo solidão.
Que venha a mim e apague minha tristeza..

Teus sonhos quero completar, suas magoas perdão.
Dos sofrimentos recompensa-los.
Tristezas eu apagar. Lagrimas
Eu enxugar. Saudades não existirão.
O futuro nossas vida.


ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Enviado por ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA em 25/11/2007
Código do texto: T751807
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (elio candido de oliveira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Ibiá - Minas Gerais - Brasil
4106 textos (160410 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 11:05)
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA