Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Naquele Pequeno Quarto!

     Primeiramente venho pedir-lhe desculpas!
   
       Olha querida, eu pude perceber minha indiferença nesta noite de tormenta, meus olhos não reluziam teu rosto,minha boca perdeu-se diante de cada suspiro, mal podia tocar-lhe pois meu corpo gostaria de te abraçar e não soltar nunca mais...Vejo meu mundo num quarto humilde, com roupas pelo chão e você ao lado naquela cama tão nossa.
      Amor, me esforcei para não pensar em toda aquela história de terminar, tudo que eu queria era ficar aconchegada em teus  abraços, sentir teu cheiro e poder estar ali,somente ali!
       Por um instante pensei que pudesse perde-la e passei a noite distante, perdi meu foco sendo dominada pela mágoa, sendo destruída pela minha própria amargura, de não se sentir amada por completa, de não poder amar, por saber que nunca daremos certo;pois não me vejo sendo digna de tal importância na vida de alguém.
          Te observei dormir enquanto meus olhos traziam uma certa tristeza jamais sentida antes,não quis dizer nada, não podia deixar que meu coração se mostrasse tão menino á ponto de magoar você e fui perseguida por pensamentos de uma menina, tão sensata e decidida, guiando meus braços em direção ao seu corpo e percebi que estava vivendo aquela noite de novo....
      Me pergunto onde perdemos nossa essência, seus olhos já não rimam com meu sorriso, tua boca não se apressa mais em me encontrar e tudo mais que nos entrelaçava já não pode mais nos alcançar, sinto que  pequei em te amar demais, me fiz dependente de seu sorriso mútuo, e me desfiz nas tuas lágrimas contidas ao me observar... Amor, transbordei em lágrimas para não ficar prostrada em momentos desoportunos e desalegres, guardei meu choro e segui, segui aquela noite fria e com medo de todas aquelas barbáries que senti, todos aqueles calafrios que tomaram conta de mim, mas eu reagi, olhei pra mim e resolvi deixar fluir, a decisão agora estará em suas mãos ou quem sabe nos seus sentimentos !
       Permanecerei nesse mesmo quarto, aguardando a sua volta para mais uma vez poder te amar!
Magda Santos
Enviado por Magda Santos em 25/02/2019
Reeditado em 03/03/2019
Código do texto: T6583778
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Magda Santos
São Paulo - São Paulo - Brasil, 24 anos
13 textos (444 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/05/19 21:54)
Magda Santos