Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nós somos muito importantes



De vez em quando é comum a gente pensar que não é nada, que não é ninguém, que não tem qualquer importância na existência. Mas é claro que isso não é verdade.
Mas quero que saibais que Cristo é a cabeça de todo o homem, e o homem a cabeça da mulher; e Deus a cabeça de Cristo. 1 Coríntios 11:3
Na ordem de comando, o homem está abaixo de Cristo e tem uma grande missão a realizar.
Não sabeis vós que havemos de julgar os anjos? Quanto mais as coisas pertencentes a esta vida? 1 Coríntios 6:3
No sentido macro, o homem é o centro e o objetivo da criação. Deus fez o universo para o homem. Um universo muito bom, para um homem muito bom, que Ele criou à sua imagem e semelhança, Gn. 1:26-30.
Cada um de nós foi chamado em Adão para crescer e se multiplicar, enchendo a terra do grande Universo criado por Deus, Gn. 1:28.
Como podemos nos sentir sem importância diante de tão grandes responsabilidades? Jesus nos enviou ao Universo para cumprir uma missão de resgate de vidas perdidas e de salvação de almas. Ele nos enviou a pregar que há salvação para todo o que nele crê e que, por sua vontade, todos devem ser convidados para fazer parte de seu reino. Ele quer a todos. Não quer que alguns pereçam. Quer que todos, que você e eu sejamos salvos.
O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânimo para conosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se. 2 Pedro 3:9
Nós somos os embaixadores de Deus. Somos seus representantes. Onde quer que estejamos nós, Deus estará também, nos dando todo o suporte de que nós precisamos para cumprir a missão. Nós estamos nele e Ele está em nós em nossa peregrinação pelo Universo.
Qualquer que confessar que Jesus é o Filho de Deus, Deus está nele, e ele em Deus. 1 João 4:15
O Universo é como uma máquina bastante sofisticada e com muitas e muitas engrenagens e peças, de tal sorte que não é algo fácil de compreender. Muitas pessoas inteligentes, sábias e geniais têm se esforçado para compreender a dinâmica e o modo de funcionamento dessa grande e complexa maravilha que foi criada por Deus. Mas não são poucas as dúvidas, como também não são poucas as hipóteses lançadas sobre a origem e a existência do Universo.
Apesar de tudo, temos certeza de que um dia todas essas dúvidas serão dissipadas, porque a resposta já está plantada no DNA da criação. Resta-nos conquistar esse conhecimento e dominá-lo em nosso proveito.
Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, Romanos 1:20
Só para dizer algo sobre isso, uma da teorias diz que o Universo surgiu após uma grande explosão de matéria condensada, a que chamam de “big bang”. Mas isso não foi o começo. Isso seria algo que aconteceu depois do começo. Muita coisa aconteceu depois que Deus criou os céus e a terra, com as sementes da reprodução, da recriação e da geração de novas espécies.
Não há dúvidas sobre a evolução e o desenvolvimento de todas as coisas. A ordem de crescer e multiplicar traz como consectários o evoluir e o criar de novas possibilidades de vida.
 O homem tem evoluído bastante. Como temos evoluído nos últimos séculos. É verdade que ainda há muitos grupos humanos vivendo em estado primitivo. Há, inclusive, notícias de que alguns desses grupos ainda tenham costumes canibais e se alimentem de carne humana. É possível, porque nem todos estamos no mesmo estágio de desenvolvimento.
Há um desenvolvimento. A Bíblia faz referência ao desenvolvimento intelectual do homem, dizendo que alguns, pelo tempo de vida já deveriam estar muito além do que estão.
Porque, devendo já ser mestres pelo tempo, ainda necessitais de que se vos torne a ensinar quais sejam os primeiros rudimentos das palavras de Deus; e vos haveis feito tais que necessitais de leite, e não de sólido mantimento. Hebreus 5:12.
Jesus chamou a atenção de Nicodemos, reconhecido como mestre em Israel, mas desconhecedor dos fundamentos do universo, como por exemplo, das possibilidades do renascimento.
O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito. Não te maravilhes de te ter dito: Necessário vos é nascer de novo. O vento assopra onde quer, e ouves a sua voz, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai; assim étodo aquele que é nascido do Espírito. Nicodemos respondeu, e disse-lhe: Como pode ser isso? Jesus respondeu, e disse-lhe: Tu és mestre de Israel, e não sabes isto? Na verdade, na verdade te digo que nós dizemos o que sabemos, e testificamos o que vimos; e não aceitais o nosso testemunho. Se vos falei de coisas terrestres, e não crestes, como crereis, se vos falar das celestiais? João 3:6-12
A história do Brasil fala sobre os índios Tupinambás que viveram em nosso país no século XVI e eram praticantes do canibalismo. Eles acreditavam que, se comesse a carne de seus rivais, conseguiriam obter sua força, coragem e conhecimentos. Hoje ainda temos Tupinambás no Brasil, mas não há notícia de que pratiquem o canibalismo. Eles evoluíram.
A mudança nos hábitos e costumes é resultado da evolução humana e também da integração entre os diversos agrupamentos de pessoas. Mas ainda é muito pouco. As nossas necessidades evolucionistas ainda são imensas. Segundo o Worldmeters, hoje temos mais de 7,3 bilhões de pessoas no mundo. Embora a densidade população da Terra seja de 43,6 hab/km², em algumas regiões, como na China, por exemplo, a densidade chega a 135,9 hab/km². No Brasil, a densidade chega a 21,6 hab/km². A Terra está enchendo muito rapidamente. E não é apenas de pessoas, mas é também de lixo e de poluição. A possibilidade de vida nesse planeta está ficando cada dia mais difícil. É preciso encontrar uma solução para esses problemas. No entanto, proporcionalmente falando, são poucas as pessoas que estão se preocupando com questões como essa. Mas vai chegar a hora que todos terão que se envolver já que todos poderão, igualmente, desaparecer da face da Terra. Cada um de nós é importante nessa luta pela sobrevivência da espécie humana.
A terra precisa de cada um de nós, com a sua inteligência, com o seu raciocínio, com os seus recursos e capacidades. Deus criou o Universo em duas partes principais: os céus e a terra, Gn. 1:1.
Nos céus, que ele chamou de expansão, ou firmamento, ele colocou os luminares e as estrelas para iluminar a terra, Gn. 1:8, 16.
Há muito que saber sobre a criação do Universo, mas algumas luzes podem brilhar em nossa mente, a partir da leitura dos primeiros capítulos da Bíblia. Numa visão macroscópica, o que não é céu é terra. O planeta Terra faz parte da terra, mas a terra, no sentido macro não é apenas o planeta Terra; terra é toda a dimensão do universo que não seja céus, espaço, expansão ou firmamento.
As estrelas foram postas no espaço para iluminar a terra, Gn. 1:16-17.
Os céus e a terra criados por Deus foram obras dinâmicas, com capacidade para gerar outras tantas espécies de seres vivos. Com clara exceção do homem, as evidências bíblicas anunciam que quase todas as demais espécies de seres vivos foram produzidas pela terra, incluindo nela suas águas.
A terra produziu erva verde, erva que dava semente, árvore frutífera que dava fruto... A terra já foi criada por Deus com a capacidade de procriar a espécie vegetal, Gn. 1: 11-12.
Ás águas criadas por Deus também foram criadas como donatárias da vida. Delas surgiram a abundância das diversas espécies de repteis, Gn. 1:20.
E a terra também produziu os animais que não são das águas, Gn. 1:24.
Há muito por compreender, há muito por estudar. Cada um de nós tem que assumir o seu compromisso com a humanidade. Estudar com afinco, trabalhar com responsabilidade, dar a sua parcela de contribuição.
Assim nós, que somos muitos, somos um só corpo em Cristo, mas individualmente somos membros uns dos outros. Romanos 12:5
Cada um deve vestir a camisa de seu próximo e viver pensando nele.
Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis. João 13:34
Outro dia eu fiz uma reflexão sobre a minha vida e sobre o sentido que ela alcançaria e muitas pessoas chegaram a ficar preocupadas com as coisas que eu havia escrito.
Dizia eu:
Um dia eu partirei. Não vim para estar sempre aqui. Foi para apenas uma missão. Ainda que agradabilíssima, por conta da companhia de pessoas maravilhosas, como Lourdes, a esmeralda mais preciosa que Goiás já produziu e me deu por esposa; e também por causa de Fernando, Mariza e Ricardo, os filhos que ela me deu, será só uma missão. Nada mais. E então, quando completar a carreira, terei combatido o bom combate e poderei guardar a fé.
Sim, partirei! Mas, se não for o último a partir... Eu gostaria de ser lembrado quando partir. Ficar vivo para sempre na memória das pessoas que ficarem. Ainda que o céu seja um lugar especial, onde viverei eternamente na companhia dos anjos, dos meus ancestrais que se salvaram, do Filho e do próprio Deus, existem os mansos que herdarão a terra e ficarão aqui por um tempo. Gostaria de ser lembrado por eles, enquanto houver a terra, como um instrumento de utilidade, que contribuiu para a felicidade deles.
A vida só tem sentido se tiver utilidade. Nossa existência só tem sentido se formos úteis. Meu desejo é ser útil e que minha vida venha valer a pena.
A vida deve valer a pena para todas as pessoas. Eu não tenho dúvidas de que a minha vida vale a pena. Eu não tenho dúvidas de que sou uma pessoa importante, ainda que eu não viva por conta dessa importância pessoal, mas por conta da minha importância para os outros.
Paulo escreveu:
Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho. Mas, se o viver na carne me der fruto da minha obra, não sei então o que deva escolher. Mas de ambos os lados estou em aperto, tendo desejo de partir, e estar com Cristo, porque isto é ainda muito melhor.
Mas julgo mais necessário, por amor de vós, ficar na carne.
E, tendo esta confiança, sei que ficarei, e permanecerei com todos vós para proveito vosso e gozo da fé, Filipenses 1:21-25.
Nós devemos avaliar a nossa vida em todos os momentos, para sabermos se estamos no caminho certo. A minha pequena suscitou vários comentários. Destaco alguns:
O missionário Zigomar me escreveu o seguinte: Que isso meu mano?! Você é sempre lembrado por mim e por muitos! Tens feito muito por todos nós e sei que continuará fazendo! Nada de homenagem póstuma. Você é sempre lembrado em vida mesmo e merece nossa homenagem agora! Claro, nunca serás esquecido mesmo quando estiveres na glória! Grande abraço, muita saúde e longevidade!
Eu fiquei satisfeito pelo que ele disse. Para mim foi um feed-back avaliativo. Então eu lhe escrevi:
Obrigado, Zigomar... Eu sei que sou amado, que prepotência! Mas sei que sou. Por você e por muitos outros. Mas nem estava pensando em mim mesmo, em particular, mas apenas como exemplo. Pensava no gênero humano. É de nossa natureza querer ser lembrado sempre. E aí eu também. Mas pouco fazemos para sermos lembrados depois. E cedo caímos no esquecimento. Mas demoramos esquecer daqueles que nós deixaram legados de utilidades. Daí a importância de fazermos de nossa vida um vaso útil, cheio de utilidades. E é nesse sentido que caminhava o meu pensamento. Eu quero ser um vaso útil.
Mas obrigado por suas lembranças de minha pessoa, principalmente nas orações. Preciso delas sempre.
Deus nos abençoe!
Cada um de nós é muito importante para os demais e deve ter consciência disso. E sabendo disso, deve colocar as mãos no arado e olhar para frente, sem medo. Jesus disse:
Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve, Mt. 11:30.
Minha prima Idê me escreveu: É Izaias Resplandes de Sousa, estamos ficando velhos, começamos a pensar na eternidade, mas o mais importante é viver com amor e dignidade aqui na terra.
A ela, respondi: Pois é, Idê... A boa eternidade é algo muito sério e a ruim mais ainda. Como creio haver uma relação muito estreita entre o aquém e o além, imagino ser saudável fazermos de tempo em tempo uma avaliação sobre a nossa condição. Como estão as minhas mãos? Estão cheias de frutos ou estão vazias? Como sou cristão e tenho Jesus na condição de meu Senhor, eu me pergunto sempre se tenho feito apenas o meu dever de casa, ou se tenho conseguido avançar. E a reflexão, prima Idê, é no sentido de aperfeiçoar. Eu sei que preciso avançar sempre. E é claro que se avanço, certamente serei lembrado do que fiz. Quero ser um vaso melhor a cada dia. Grato pela atenção. Abraço.
Constatar a nossa utilidade na obra é bom para nós. Os apóstolos tiveram suas dúvidas e perguntaram a Jesus:
E Pedro começou a dizer-lhe: Eis que nós tudo deixamos, e te seguimos. E Jesus, respondendo, disse: Em verdade vos digo que ninguém há, que tenha deixado casa, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou campos, por amor de mim e do evangelho, Que não receba cem vezes tanto, já neste tempo, em casas, e irmãos, e irmãs, e mães, e filhos, e campos, com perseguições; e no século futuro a vida eterna. Marcos 10:28-30.
É normal termos as nossas dúvidas. E devemos ir atrás das respostas. O que não podemos é minimizar a nossa importância como personagem universal. Cada um de nós é necessário.
Minha aluna Elizabeth escreveu-me: Prof Izaias Resplandes de Sousa, um grande poeta nunca morre.... É eternizado por suas obras, práticas e teorias!!! Grande abraço meu mestre!!!!
E eu lhe disse: Certamente, Beth. A poesia é um sentimento especial, é uma emoção que vibra dentro da gente, que vai nos incomodando até que a gente a ponha pra fora, para que ela também possa cumprir sua missão.  Eu sei que sempre haverá um verso para escrever e espero escrever muitos deles e mandá-los para cumprir sua missão no mundo. E enquanto eles estiverem dando o meu recado, acredito no que você disse e creio que estarei vivo com eles. Você já encontrou com algum de meus versos por aí? E o que ele ou eles te disseram foi algo legal?
Não importa a forma como cada um de nós participar, desde que o objetivo seja construir, edificar, fortalecer, ajudar...  Jesus destacou:
Porque quem não é contra nós, é por nós. Marcos 9:40.
O missionário Isaias Almeida escreveu-me: Você já plantou uma árvore? Você já escreveu um livro? Já tem filhos? Já ganhou pessoas para Jesus? Você está liberado para partir... Mas nós vamos sentir saudade, vamos lembrar e sempre citar o seu nome...
Eu gostei do que Isaias me disse. Respondi-lhe: É bom saber que as pessoas vão sentir saudades da gente, porque isso significa que a gente teve alguma utilidade para elas. Jesus falou que o povo falaria de Maria, a irmã de Lázaro, pelo que ela fizera, quando ungiu o Senhor com um perfume caríssimo. Não estou insatisfeito com a vida. Fico satisfeito de estar sendo útil até agora e quero continuar sendo útil, principalmente porque não quero ser esquecido.
Então ele acrescentou: Mas tem muita coisa para fazer, meu amigo. Mão no arado... E sai deste sofá (vende ele) e mão na obra.
E respondi: Estou pronto para avançar. Obrigado pelo encorajamento.
Se você está se sentindo uma pessoa esquecida dos demais, se está se sentindo abandonado e sem importância, não perca a esperança. Já dizia o nosso Senhor Jesus Cristo:
Dai, e ser-vos-á dado; boa medida, recalcada, sacudida e transbordando, vos deitarão no vosso regaço; porque com a mesma medida com que medirdes também vos medirão de novo. Lucas 6:38.
Faça por você. Construa a sua importância. Seja útil aos demais. Há muita gente esperando por nós. Seja por pouco, seja por muito. Eles esperam.
E essa é a mensagem da necessidade  da importância da ação de cada um. Tudo o que fizermos será contado em nosso favor.
Porquanto, qualquer que vos der a beber um copo de água em meu nome, porque sois discípulos de Cristo, em verdade vos digo que não perderá o seu galardão. Marcos 9:41.
Não trabalhemos pela recompensa. Trabalhemos por amor ao próximo, pela causa humana, pelos mais fracos e mais humildes, pelos pobres e necessitados... Não importa se com muita ou pouca energia. Apenas trabalhemos com amor.
Deus nos abençoe!
Prof Izaias Resplandes
Enviado por Prof Izaias Resplandes em 23/05/2015
Código do texto: T5252571
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (SOUSA, Izaias Resplandes. (Título da obra) Poxoréu (MT). Disponível em: < http://recantodasletras.uol.com.br/artigos>. Acesso em: (data do acesso).). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Prof Izaias Resplandes
Poxoréo - Mato Grosso - Brasil, 59 anos
336 textos (266532 leituras)
19 e-livros (2369 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 02:37)
Prof Izaias Resplandes