Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O ADMINISTRADOR INFIEL - LC.16,1-8

Neste evangelho , Lucas nos conta sobre a passagem , onde Jesus nos fala a respeito da fidelidade, exemplificando com  o ato infiel do encarregado, a seu patrão. Assim como Deus nos constituiu, como nosso patrão que é, administradores da vida que nos concedeu. Para isso, Ele capacita àqueles que se decidem a trabalhar pelo seu Reino, que também é nosso.. A fidelidade de Deus para conosco é líquida e certa , apesar de a maioria das pessoas não corresponder . Todos, justos ou injustos, conseguem, através do Seu amor, oportunidade para a salvação, que é  o Objetivo Principal do Criador., com relação  à vida para nós concedida. De nada adianta àqueles que pensam poder enganar o Senhor. Nunca podemos nos esquecer que Ele é Onipotente, tudo pode; Onipresente, tudo vê;  e Onisciente, tudo sabe; . Força nenhuma  consegue superá - lO. Esse é o nosso Deus, é esse o nosso Pai Eterno, sempre à espera  do nosso retorno à Sua casa, na vida eterna, onde ele é tudo em todos. Ali, só o amor existe; só felicidade e só alegria. A nós compete vivermos o amor, a inteligência e a coragem, para lá chegarmos um dia.

Por isso, é de grande urgência ,que o povo do mundo todo se prepare e se conduza , como fiel administrador da vida recebida  como o maior Dom que se pode receber. A Justiça e a  Verdade, apoiadas no amor verdadeiro, devem ser a base estrutural de todo  ser humano, para que seus atos e atitudes  não disvirtuem o Plano do Criador. Ele nos concedeu e concederá  vida a todos, até o fim dos tempos, para que a façamos presentes, principalmente, como testemunho de que Ele existe e se move em cada um de nós , sempre dentro da verdadeira essência do amor. Aqui na terra, segundo às leis dos homens, uma pessoa é constituída “fiel depositário”, quando é  colocada como responsável por um bem material, que terá de ser apresentado para pagamento, se ela perder a causa referente a uma possível dívida; arcando com as responsabilidades prescritas , se assim não acontecer no final. Pois bem, Deus também nos constitui “Fiéis Depositários” da nossa vida, cabendo a cada um cuidar para que ela, um dia, seja resgatada de acordo com o Seu Plano, para junto d’Ele, para a Sua casa, que é nossa também e, como responsáveis pela sua conservação conforme Suas instruções, seremos cobrados no dia do Juizo, quando não haverá mais meios de voltar atrás.

Ele nos Enviou Seu Filho Jesus, para nos salvar com a Sua própria vida e, nos deixar  o seu Espírito Santo , que nos adverte nos momentos de fraquezas, para que não nos percamos e possamos superar as dificuldades na caminhada, agindo com equilíbrio, acima  dos instintos, que muitas vezes se antecipam à nossa razão e ao nosso coração, nas soluções dos nossos problemas, trazendo-nos, com isso, momentos de dores e sofrimentos.  Assim , também nós, devemos agir com relação aos nossos filhos; tratando-os como Deus, na Sua infinita sabedoria nos trata, ajudando-os, com a sua própria vida como exemplo, a caminharem  na difícil estrada da vida; mas, transmitindo-lhes com a liberdade e  responsabilidade de zelar também, cada um, por sua vida.  AMÉM !!!

DEUS É BOM !!! DEUS É FIEL !!! -   Ctba.05/09/07 -   Bene  - (BGJ)
   
Bene
Enviado por Bene em 05/10/2007
Código do texto: T681403

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Bene
Curitiba - Paraná - Brasil, 86 anos
481 textos (276429 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 21:01)