Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DEUS SILENCIA. PORÉM, NÃO NOS ABANDONA (Reflexões)

   Texto extraido do livro "REFLEXÕES  COTIDIANAS" ainda não editado
     
     Assim como o Senhor silenciou nos sofrimentos de Jesus, silencia também  em nossos sofri-mentos. Silencia nos sofrimentos de muitas famílias pobres que vivem morando em casebres.
     Silencia nos sofrimentos dos mendigos que vivem ao relento.
     Silencia, mas não nos abandona, assim como não abandonou a Jesus Cristo, dando-lhe  a Ressurreição.
     Àqueles que trabalham de sol a sol para a manutenção de suas famílias, embora morando em casebres, Deus os protegerá, dando lhes condições de vida digna; não os deixando passar fome, nem frio nas noites de inverno.
     Àqueles que tomados pelos sofrimentos, —  mendigos — esqueceram-se de Deus; um dia  também terão a felicidade de gozar eternamente ao lado do Criador que é Pai de bondade e não discrimina nenhum de seus filhos.
     O silêncio do Senhor se faz necessário, para que nós nos fortaleçamos em nossa fé.  Se tudo fosse fácil, nossa fé seria muito pequena.  Através das provações é que nós nos aproximamos mais de Deus.
     Tomemos Jesus Cristo como nosso modelo. Mesmo sofrendo dores e humilhações, Ele jamais se dirigiu ao Pai para reclamar e sim para dizer:
             "SEJA FEITA A TUA VONTADE E NÃO A MINHA"
     Certamente a vontade de Jesus não era estar sofrendo, porém, Ele sabia que seria através dos seus sofrimentos que o santo nome do Senhor seria glorificado, razão pela qual, Ele deixou que Deus agisse em sua vida como lhe aprouvera.
     Jesus, Filho de Deus, veio ao mundo em forma humana para sofrer e morrer numa cruz para pagar os pecados, não somente  daqueles que eram seus amigos, mas também daqueles que O açoitaram e O crucificaram entre dois ladrões.
     Dos dois ladrões, sabemos que um deles está ao lado do Pai, comungando com os santos as maravilhas do Reino de Deus.
     Voltando ao tempo, vemos que na era dos profetas, muitos sofreram, porém, Deus, jamais os abandonou.
     É o caso de Jó. É o caso dos hebreus na fuga à terra prometida.
É o caso do próprio Moisés sofrendo pressão por parte dos hebreus. É o caso de Daniel jogado na cova dos leões famintos.
     Mediante o sofrimento de todos, Deus silenciou, porém, jamais os abandonou e, no momento exato, teve misericórdia deles que, em momento algum, nenhum deles vacilou na fé.
     Nós também não devemos vacilar em nossa fé. Devemos nos conscientizar de que é através dos nossos sofrimentos que Deus nos mostra a grandeza de Pai. Acolhendo-nos em seu Reino do qual nós somos herdeiros.
     Lá não existe pobre nem rico, nem preto, nem branco, nem homem, nem mulher. Seremos todos anjos a serviço do Senhor.

Antônio Oliveira  (Paraibuna  SP)

Antônio Oliveira
Enviado por Antônio Oliveira em 12/11/2007
Reeditado em 12/11/2007
Código do texto: T733744
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antônio Oliveira
São Paulo - São Paulo - Brasil, 73 anos
703 textos (562002 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 01:31)
Antônio Oliveira