Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MAIS UMA VEZ . . . UM NOVO ANO SE APROXIMA

Mais um ano está chegando ao fim. Mais uma vez , graças a Deus , estamos conseguindo transpor  o tempo e  chegarmos  ao final de mais um calendário, o de 2007. Adeus, dois mil e sete. Não nos magoamos contigo porque cremos num Ser supremo, que nos dá forças, que nos estimula a enfrentarmos  os anos subseqüentes, que pela frente virão. Mas ... quanta dor, quanta amargura nos destes 2007. Sabemos que não é culpa tua, como foi em ti, poderia ser noutros anos. Pessoas caras, parentes, amigos, se foram à medida que tu passavas. Tudo é natural, tudo é perfeitamente normal, enquanto não diga respeito às nossas famílias. Como sentimos as perdas desses entes queridos. Tu não tens culpa, repetimos, mas, o marco dos acontecimentos far-nos-ão  lembrar sempre de ti com amargura, com a dor que nos deixastes. Sabe, 2007, as mensagens de fim  de ano, sempre são as melhores, não nos pergunte se sempre são sinceras, sabemos que nem sempre são. Muitas variáveis influem no comportamento de cada indivíduo, porém, nós procuramos  nos manifestar sempre com sinceridade e, com amizade, junto aos que nos rodeiam. Foi duro o que vimos no teu transcorrer: o desaparecimento de tantos que amamos; a fome que te pedimos não fosse tão implacável; a crueldade, que te imploramos desaparecesse deste nosso mundo; a miséria, que tanto te recomendamos não te apegasses a ela e que não fosse tão presente; as guerras, que te lembramos, através dos outros anos da História, que nenhum benefício trouxe aos que delas fizeram uso e, estivestes com ela ; a falsidade da qual te pedimos muita distância e, o que tanto te pedimos : que os nossos políticos fossem capazes e decentes, legislando e governando somente voltados para o bem geral da população e, eles só “trabalharam para o bem deles, foi o pior tempo dos momentos políticos da nossa  História. Enfim, 2007, no teu início tanto oramos; tanto rogamos aos Céus que tu fosses não a perfeição, seria, sabemos, utópico demais mas... bem que poderias ser melhor para o mundo que te acolheu. Porque não o foste?  Não quiseste ou ... o povo não o fez por merece - lo ?

Responder-vos-ei, já que tanto insistis : - “Vós esperáveis  que eu fosse bom, que tudo em mim fosse alegria, pureza, paz, amor, saúde. Quero que saibais , que no mundo inteiro ouvi as mensagens de esperança e de fé. Estava eu para nascer e  já trassáveis  o meu futuro. Vibrei ao nascer! Que saudade! No meu primeiro dia de vida, não podia, na minha inocência de “criança” conter as lágrimas de alegria ao presenciar-vos confraternizados num “puro” respeito , no maior dos abraços, no abraço mental do mundo inteiro. Que satisfação invadiu-me  e, radiante tanto quanto o Sol que agora ... era meu também. Fiz, ali,  muitos planos; sonhei com o que eu queria ser durante a minha existência, para poder corresponder a todo mundo. Pensava comigo mesmo:- serei  bom para todos, sem exceção ; procurarei fazer com que em mim a desgraça não exista, como tem acontecido nos outros anos; lutarei para que a igualdade entre os homens seja, realmente, implantada no meu transcorrer, como sempre quis o Criador.

E, sonhando... sonhando um sonho de criança, chego hoje, amadurecido, envelhecido pelo tempo, cansado da porfia de querer um mundo alegre comigo; à triste realidade de haver fracassado como tantos outros que me antecederam. Querei saber porque???  “ Vós, homens e mulheres, habitantes deste mundo maravilhoso, com a ganância, com a falta de fé, com a maldade, com a  falta de sinceridade, com a hipocrisia, com a falta de amor em vossos corações, é que me tornaram uma decepção para muitos que tanto de mim esperavam. Hoje me chamais de velho (até cantando, adeus ano velho), não faz mal, realmente estou velho, estou no fim, porém  deixo-vos um conselho : - “Ao vos confraternizarem no nascimento do meu novo irmão 2008, que está para nascer, o façais com o pensamento e o coração, voltados para o Cristo, só Ele é o Caminho, a Verdade e a Vida. Através d’ Ele é que podereis fazer do meu novo irmão 2008, o ano que tanto esperáveis que eu  o fosse. Perdoai-me a franqueza, mas  era preciso que vos dissesse  tudo isto.
Apegai-vos a Cristo, espalhai o amor, aplacai a ira em vossos corações; sejais comedidos na vossa fala, respeitai o direito dos seus semelhantes...  Amai vossa Pátria,  Amai vossa Família   e, principalmente, AMAI A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS... Assim agindo, estareis contribuindo de maneira positiva para que o meu irmão 2008,  que já é o mais feliz, pois poderá ser o Palco Maior da vossa história, se caminhardes nos ensinamentos de  Jesus, pois n’ Ele , o Vosso e Meu Pai, será, realmente, TUDO EM TODOS – “
DEUS É BOM !!! DEUS É FIEL !!! -  Bene – Ctba. – (BGJ) -   03/12/2007
Bene
Enviado por Bene em 03/12/2007
Código do texto: T763211

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Bene
Curitiba - Paraná - Brasil, 86 anos
481 textos (276402 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 23:26)