Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto do Escriba

Eu leio o que eu escrevo
E num piscar eu me vejo
Ali perdido nas palavras
A minha alma devassada

As mais ternas paixões
Minhas tristes desilusões
Meu passado e presente
E o futuro que há na frente

Vejo meus reais tormentos
Lembro copiosos momentos
Tudo atravessa minha retina

Escrever é o meu alento
Revelo-me o que há por dentro
E que escondo numa cortina
Oliveira Mendes
Enviado por Oliveira Mendes em 21/10/2018
Reeditado em 21/10/2018
Código do texto: T6482194
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Oliveira Mendes
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 24 anos
52 textos (898 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/11/18 20:25)