Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DOCE MENINA

DOCE MENINA

Algumas vezes absorto, do nada,
Com uma simples ideia apenas,
Um imperfeito rabisco, uma canetada,
Saio a lançar palavras às dezenas,

Assim como faço agora.
Depois de um tempo não sei,
Aquela ideia que era só isso, outrora,
Levado sou para outra que não pensei,

Que nunca foi minha,
Mas ante tamanha majestade não resisto,
Sou forçado a dobrar-me àquela rainha,
E assim, resignado, de mim desisto.

É quando acontece algo difícil de explicar,
Porque me escapa como dizer o indizível:
Esse frenético lançar de frases no ar,
Que à evidência parece não ser crível.

Mas no quadro geral que se desenha...,
Após mirar diversos prismas gradativamente,
Sinto então a ideia sufragada, a resenha,
Que rebenta na praia do meu pensamento.

E uma vez parida, essa doce menina,
Ainda que acaso a julguem,
Terá nome e sobrenome, será alguém,
E um dia quem sabe há de cumprir sua sina.

Macapá-AP, 31/05/2019.
(S.C. Ribeiro Torquato)

TEXTO REGISTRADO EM USINAS DE LETRAS,
Número do Registro: 156682587031669100,
26/08/2019 - 10:08:31
 
S C Ribeiro Torquato
Enviado por S C Ribeiro Torquato em 12/09/2019
Código do texto: T6743311
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
S C Ribeiro Torquato
Macapá - Amapá - Brasil
10 textos (145 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/09/19 16:09)
S C Ribeiro Torquato