Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Ladrão

Quando Arthur entrou sem ser convidado, não só roubou o coração de Anna como também seu amor-próprio, sua dignidade. Quando passou a maltratá-la de uma forma abusiva os maus tratos era tanto físicos como psicológicos, não sabia como sair deste poço de negatividade que havia virado a sua vida, por isso certa noite o matou, chorando pega a mão dele já sem vida coloca o revólver nela, segura na sua mão, leva a arma ao seu ouvindo, antes de apertar o gatilho disse:
-Há muito que estou morta, aliás, estou morta deste o infeliz dia que nos conhecemos. Esse será a penas o tiro de misericórdia.
Aperta o gatilho, sua mão e a dele, pendeu em cima da cama. Três dias depois os vizinhos chamam a polícia por causa do mau cheiro que saia da casa. Ficaram sem entender como havia dando os fatos porque em ambas as mãos dos cadáveres havia pólvora. Uma morte que até hoje intriga a justiça.

Lucimar Alves
Lucimar Alves
Enviado por Lucimar Alves em 19/07/2018
Código do texto: T6394104
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lucimar Alves
Goiânia - Goiás - Brasil
2184 textos (153877 leituras)
1 áudios (91 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/07/19 17:21)
Lucimar Alves