Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

METEORO.


- Não sou nada, nunca…
- Quê isso Roberval! Para quê falar tão alto. Enlouqueceu.
- Não sou nada, nunca serei nada.
- Ê lá, já vai começar.
- Quieto Nivaldo, não perturbe o universo, ele está em ascensão planetária à quinta dimensão.
- Pronto…
- Nós temos que acessar a quinta dimensão.
- É hoje meu Deus.
- Como assim? O que aconteceu?
- Ue, você cara, com esses seus papos doidos.
- Você tem certeza disso? Posso perguntar para os universitários?
- Você tá ficando pior a cada dia.
- Eu estou muitíssimo decepcionado com a NASA.
- Com a NASA? Aqueles caras lá das naves e tudo mais?
- Sim.
- E o que a NASA fez para o senhor?
- Ela me enganou.
- Como assim? Te enganou.
- Eles disseram que essa noite iria passar um mega meteoro próximo a terra, com grande possibilidade dele se chocar conosco. E olha ai, ta todo mundo vivo, o meteoro passou e nada.
- Ai meu Deus! É sério que parei aqui só para ouvir isso.
- É decepcionante né.
- Um meteoro vai cair é lá agora, naquela senha, na frente do balcão, lotado de gente chata, exigem sem ter razão, menospreza que está do outro lado. Lá está nosso meteoro.
- Tá vendo… Até você está revoltado. É por isso que eu queria o meteoro caísse…
- Está revoltado com a situação é uma coisa, agora, desejar que um meteoro caia… Por favor, né Roberval.
- Você não compreende a beleza da coisa.
- Vamos abestado, você falou besteiras demais, e o mercado já vai abrir, aquele açougue vai ferver.
- Maldito meteoro que…
- Que você disse?
- Nada não… Vamos logo para não se atrasa.

Tiago Macedo Pena
Enviado por Tiago Macedo Pena em 28/10/2019
Reeditado em 28/10/2019
Código do texto: T6781040
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Tiago Macedo Pena
Sorocaba - São Paulo - Brasil, 37 anos
532 textos (12393 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/19 05:29)
Tiago Macedo Pena