Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Décimo quinto contopoesia ou mandala das memórias apagadas





                        Fazer dos retalhos um mosaico.
                        Fazer uma mandala com as memórias apagadas.
                        Nomes derrapam na estrada.
                        Datas são atropeladas.
                        No livro das horas os tempos se atrapalham:
                        É velha a criança que tropeça, o adulto que mal fala, a adolescência com gosto de traça, a morte sempre adiada...
                        No final até o espelho é uma névoa.












Francisco Zebral
Enviado por Francisco Zebral em 04/10/2019
Código do texto: T6760801
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco Zebral
São Paulo - São Paulo - Brasil, 59 anos
7485 textos (446022 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/19 08:16)
Francisco Zebral