Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Trigésimo quarto contopoesia ou avião lotado







                 O avião estava lotado e pousava lentamente dentro da chuva espessa... aquela criança chorou a viagem inteira e continuava chorando. No ar o cheiro de roupa velha, suada e o calor insuportável. Ele foi o único que viu, através da janela embaçada, sobre a asa, o feixe luminoso constante. O único que recebeu o sorriso que abençoava...  e assim, subitamente calmo, mergulhou no sono profundo  e só acordou em casa, no seu quarto, inteiro e renovado, em estado de paz e surpresa.












 
Francisco Zebral
Enviado por Francisco Zebral em 28/10/2019
Código do texto: T6780971
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco Zebral
São Paulo - São Paulo - Brasil, 59 anos
7476 textos (445872 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/19 03:06)
Francisco Zebral