Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Balanço de infância.

Gabriel curtia a passagem do tempo sentado numa cadeira de balanço completamente alheio aos seus pensamentos. Reclinado ele contemplava as nuvens que surgiam por trás do morro logo à sua frente. Com a força do vento elas se deslocavam rápido pra formarem uma massa densa e escura no céu. A chuva iminente prometia cair em breve, mas muito antes que isso pudesse acontecer Gabriel fechou as pálpebras. Passado alguns segundos, os olhos se acostumaram a escuridão, foi quando figuras e representações, há muito perdidas na memória, começaram a fluir diante dos seus olhos como numa tela de cinema, grande, ao fundo, quase perdidas em meio ao negrume que envolvia as suas vistas. Ele teve dificuldades pra reconhecer o espaço coberto na frente da construção na imagem que ele via. Era o mesmo da sua infância na casa onde nasceu, e só foi capaz de identifica-lo, por causa do balanço diante da porta de entrada que, como outrora, estava amarrado no vão central da armação de madeira montada para sustentar o telhado da varanda. Quando ele e os irmãos brincavam de se embalar, escancaravam a porta aberta pra se movimentarem com mais vigor e irem mais alto na brincadeira. Se por um lado, pouco faltava pra conseguirem ver o lado superior do telhado, por outro ameaçavam colidir com o teto dentro de casa. Juntos ele e os irmãos competiam apaixonadamente. Quem será o corajoso capaz de vencer o medo e ir alto o suficiente pra dizer o que há sobre as telhas? Entretanto eram naturalmente contidos, afinal, do outro lado havia um teto na sala. Tomado pela languidez da lembrança ele dormiu um sono profundo, e quando acordou, sob o pé de acerola, caia uma garoa que prometia molhar tudo ao redor. Aquele sonho ainda acordado alegrou-lhe o coração e marcou-lhe o resto do dia.
Dilucas
Enviado por Dilucas em 09/11/2019
Reeditado em 18/11/2019
Código do texto: T6790533
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Dilucas
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
85 textos (9971 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/19 19:24)
Dilucas