Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Perfume Carencial

             Agora pouco, ao entrar no banho, uma Perereca regateira pulou no meu quadril com as pernas arreganhadas. Um susto inesperado! Fui recuando até encostar na parede. O perfume carencial subiu aos 4 cantos, entorpecendo minha mente.
       Com um sorriso desconcertado, daqueles "o que fazes aqui"? fui tirando suas perninhas úmidas e frias grudadas em meu corpo. Ouvi dela: "sabia que virias. Esperei nesse frio à noite toda. Estou feliz"!
- Tenho reunião para discutir a compra de mais um moinho. Sinto muito!
- Você produz tempo para tudo e para todos; menos para mim. Um dia as coisas se invertem e os times trocam o lado do campo. Bom dia e excelentes negócios! Quem nega um mísero copo com água, com sede morrerá.
"Uma vez que ela não está, já se foi e jamais saberá, só ela para pensar que vou atrasar meu início de dia, para satisfazer uma Perereca? Convenhamos que não dá". - pensei debaixo da bucha de água quente que transformava o ambiente inteiro, numa saúna.
                   Mesmo sem essência de eucalípto,  maravilhoso banho revigorante e aliviador dos brônquios. Uma delícia, pena não ter tempo para ficar um pouco mais. Negócios...; negócios, limpeza corpórea e Pererecas à parte!
Mutável Gambiarreiro
Enviado por Mutável Gambiarreiro em 29/06/2019
Reeditado em 29/06/2019
Código do texto: T6684187
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mutável Gambiarreiro
Jegue é - Tovuz - Azerbaijão
2264 textos (52292 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/19 16:52)
Mutável Gambiarreiro