Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O segredo do Porta malas! Capítulo 4: Descoberta vs Medo.

     O recado é deixado na casa de Gabriel por LV. Enquanto isso, após ter passado uns dias que enviou um recado a seu primo Piedro, Isabel resolve ir até a banca para comprar um jornal e encontra um exemplar do jornal da semana anterior e vê a notícia sobre o crime em Sydney e se desespera, pois teme que saibam a responsável por ter dito a imprensa sobre o ocorrido naquela época e que logo em seguida foi chantageada pelo suposto assassino e que ainda pode correr riscos, caso resolvam saber quem foi à testemunha. Piedro que passava por ali a encontra e decide tirar satisfações sobre o bilhete que recebeu dela.
__ Isabel o que faz por aqui? Já sei não precisa nem dizer veio me contar que bilhete foi aquele que me mandou? Pelo menos é o mínimo que devia fazer, não acha?
Isabel se desespera ao ouvir a voz de Piedro e rapidamente guarda o jornal e o responde.
__ Apenas vir para acabar com o que você começou e aquele bilhete diz apenas a verdade não é?  Devia ter sido mais audaciosa e ter dito além, é o que merece pessoas do seu tipo.
__ Espero não ter que refrescar a sua memória, mas isso acaba aqui você não vai fazer nada priminha querida, sabe por quê? Porque eu tenho meios de fazer com que o jogo vire contra a feiticeira e eu acho que não gostaria de passar a sua vida inteira atrás das grades gostaria? Então é melhor voltar voando de onde veio e ficar com a boca bem fechada. – ameaça Piedro.
__ Está me dizendo que voltarei para Sydney, é isso mesmo? Piedro acontece que já faz um bom tempo que deixei de ser à medrosa que você conseguia fazer temê-lo. As coisas mudaram e acredite se quiser sua farsa está por um fio ou você se esquece de que eu sei sobre uma foto, uma garota e que seu passado é mais sujo que a sua consciência hoje em dia, isto é se você tem alguma, não é mesmo? – provoca Isabel.
__ Cale-se Isabel, cale-se, já chega! Isso não vai ficar assim, em breve terá notícias minhas.  – afirma Piedro furioso saindo às pressas.
__ Claro que não vai ficar querido, já ficou. Não adianta fugir do passado Piedro, ele sempre volta para atormentar a nossa vida, o seu só está voltando.
Piedro a ignora, mas segue pensando num plano para que seus segredos não sejam descobertos. Isabel vê Sara de longe e a observa. LV prepara mais uma de suas ameaças e já sabe seu próximo alvo. Gabriel  encontra o bilhete em seu quarto, mas não o ler. Deivid visita Gabriel, que questiona:
__ Deivid o que será que o pai de Sara tanto teme, para não querer que a filha pergunte do passado? Sinto que isso não vai acabar muito bem, precisamos saber o que é e a Sara principalmente.
__ Como pode ter tanta certeza disso? Mas agora que questionou deve ser algo bem sério e com certeza LV sabe ou tem haver com isso, não acha? Espera aí que papel é esse Gah há quanto tempo ele está aqui? – repara Deivid na carta de LV.
__ Não sei deve, não deve ser nada.
Deivid estranha e pega o papel, por curiosidade e questiona:
__ Posso olhar então?
__ Claro. – responde Gabriel.
Deivid ler e não acredita no que está vendo e o que seu amigo ignorou. Gabriel percebe que Deivid ficou quieto e estranha.
__ Está tudo bem? O que tem nesse papel, por que ficou mudo de repente?
__ Tem certeza de que quer saber? Antes... tente se acalmar, pois não vai gostar de saber o que tem nesse papel.
Gabriel simplesmente pega o papel e rapidamente ler.
__ VOCÊ ESTÁ CAÇANDO? ACHOU A PRESA! DESEJAR SORTE? DEPENDE DO PONTO DE VISTA! VENHA A CAÇA CAÇADOR E DESCOBIRÁ  O QUE QUER SABER! QUEM SOU EU? #obs: Era uma vez uma Pedra! E ali havia um caminho e a pedra onde estava? No meio do caminho tinha uma pedra, e tinha uma pedra no meio do caminho. Acidentes acontecem! Nunca me esquecerei desse acontecimento.  UMA PEDRA QUE ESTAVA NO MEIO DO CAMINHO!  LV.  Não acredito que está me desafiando esse maldito que se esconde com um capuz preto, mas tudo bem. Eu aceito o desafio e vou sim atrás da presa. É isso que ele quer? É isso que ele terá, um gato atrás do rato.
__ Gabriel você é mesmo louco, está completamente fora de si. Não vou permitir que caia nessa armadilha ridícula. – afirma Deivid alertando o amigo.
__ Louco eu? Por favor, Deivid, presta atenção. Acho que quem está cego é você e não eu, o louco aqui não sou eu é ele. Por me desafiar assim na cara dura. – tenta explicar Gabriel que não vê a realidade que se aproxima.
Deivid sorri e logo em seguida diz:
__ Cuidado para não cair de tão alto Gah, porque o seu maior erro está sendo subestimar o inimigo e esse é um dos maiores perigos de todos.  Mesmo que entenda seu lado, devia pensar bem antes de fazer isso e saiba que eu não apoio, dessa vez.
__ Afs que pessimismo é esse? Credo nem parece meu melhor amigo falando, Deivid ouça bem, que essa conversa fique entre nós ok? Não quero ninguém me importunando mais. – insiste Gabriel não aceitando o conselho.
__ Só estou tentando abrir seus olhos. Devia me agradecer isso... – Deivid é então interrompido.
__ Chega Deivid, já disse. Não vou mudar minha opinião, agora vá, por favor. – expulsa Gabriel o amigo de casa.
Deivid sai da casa de Gabriel chateado e vai para o clube preocupado com o que viu e o que pode acontecer. Sara tem um mau pressentimento em relação a Gabriel no clube e diz:
__ Gabriel espero que ele tome muito cuidado, algo me diz que algo terrível está prestes a acontecer, isto é, se o meu sexto sentido estiver certo não? Agora não sei o que fazer e não sei se meu sexto sentido está certo.
Deivid chega ao clube e encontra Sara preocupada. O amigo se junta a ela e sem perceber acaba contando o que sabe sobre Gabriel, de modo que confirma o que Sara sentiu em relação a ele.
__Sara está tudo bem? Porque comigo as coisas estão péssimas. Tentei avisar, eu juro que tentei avisar, mas conhece o jeito teimoso de nosso amigo que quando cisma com uma coisa não há santo ou reza que o faça mudar de ideia e para variar ele ainda brigou comigo.
__ Deivid que bom te ver. Sim as coisas andam desmoronando e o chão se abriu e eu não sei onde estou caindo, aliás, do que está falando? De Gabriel, não é? Deivid então o que senti não é desleal, obrigada, obrigada mesmo por confirmar.
Afirma Sara aliviada por ter confirmado o mau pressentimento, mas preocupada com os amigos.
__ Deivid o que aconteceu? Por que Gabriel te expulsou da casa dele? Nem parecem melhores amigos brigando assim. Conte-me. – Pede Sara.
__ Ele ignorou uma ameaça de LV, mas esse não é o problema maior e sim ele ter aceitado e visto a ameaça como um desafio. Sara eu te imploro, me ajude a convencê-lo do contrário ou as consequências podem não ter mais volta, se tornando tardias e irreversíveis.  Mas ao tentar alertar ficou bravo e me expulsou de sua casa. Temo pelo nosso amigo o jogo está ficando perigoso demais.
__ Aprenda uma coisa Deivid, jogos perigosos estão sempre por perto e te oferece apenas um caminho: o de trilhas escuras e traiçoeiras cabe a cada um de nós escolhermos jogar ou não. Gabriel escolheu jogar, mas não por livre escolha e sim por temer a trilha da vida que não escolhe quando irá dizer: game over.

PIEDRO E ISABEL SE CONFRONTAM E ELA O ENFRENTA. SERÁ QUE ELA DIRÁ A VERDADE? E A HISTORIA DO JORNAL O QUE SERÁ QUE VAMOS DESCOBRIR SOBRE ELA? GABRIEL E DEIVID SE DESENTENDEM E ELE CONTA TUDO PARA SARA. A JOVEM CONFIRMA SEU MAU PRESSENTIMENTO. AS REGRAS DO JOGO COMEÇAM A FICAR PERIGOSAS E PARECE QUE ALGUÉM LEVARÁ ISSO ATÉ O FIM. EU NÃO PERCO POR NADA O 5º CAPÍTULO DESSA TRAMA.  SERÁ GAME OVER MESMO OU TEREMOS NOVAS SURPRESAS? NÃO PERCAM, EM BREVE.

Natões Pox
Enviado por Natões Pox em 10/06/2018
Reeditado em 26/06/2018
Código do texto: T6360466
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Natões Pox
Montes Claros - Minas Gerais - Brasil
15 textos (347 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/08/18 06:05)