Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Capítulo 15: Uma conversa suspeita! O SEGREDO DO PORTA-MALAS!

NO CAPÍTULO ANTERIOR... VIMOS O TANTO DE CONFUSÃO QUE OCORREU COM OS GAROTOS E OS MISTÉRIOS CONTINUAM. QUANTO AO NOSSO AMIGO RAFAEL TEREMOS NOVIDADES, MAS TAMBÉM TEREMOS CONVERSAS SUSPEITAS. APÓS OUVIR A CONVERSA DO GRUPO LV VOLTA AO CATIVEIRO FURIOSO, SERÁ QUE SOBRARÁ PARA GABRIEL? PARA DESCOBRIR, ACOMPANHE O CAPÍTULO DE HOJE DE: O SEGREDO DO PORTA-MALAS!

     Ao chegar no cativeiro percebe que Gabriel conseguiu se soltar, pois bebeu a água e comeu o que havia deixado. Preocupado se ele havia fugido o procura pela velha casa e o encontra dormindo no colchão velho. Seu telefone toca e Gabriel acorda assustado com o barulho.
__ Finalmente. Pensei que não fosse me manter informado, mas vamos ao que interessa como foi à viagem? Espero que não tenha deixado ninguém desconfiar de nada sobre o segredo do Porta-Malas, principalmente por ele ser especial. Preciso dele para continuar seguro.
Enquanto isso, atrás da porta, Gabriel ouve a conversa e suspeita, pensando alto. “Então nosso querido inimigo tem um segredo num Porta-Malas, é isso mesmo? Por que será que precisa dele para se manter seguro”?
      A conversa acaba ali e LV sem saber que Gabriel ouviu tudo solta:
__ Aqui ficará mais seguro o meu segredo, pois todos escondem algo, mesmo que todo o mundo queira enxergar. Desculpa Sydney, mas esse segredo eu vou levar para o túmulo.
Gabriel então se lembra do que disse Isabel quando conversavam e afirma:
__ É Gabriel considere-se um gênio. Agora as coisas tão começando a se encaixar em seu devido lugar. LV vai dizendo Adeus para o seu segredo, pois ele acaba de ser entregue por você mesmo, e graças a Isabel. Acaba de me confirmar à ponta do Iceberg, Sydney.
      Sorri Gabriel ao entender do que se trata arquitetando um plano. E é então que ele começa a colocar o seu plano em prática esmurrando a porta do quarto, onde se encontra preso, já que decidiu não fugir quando se soltou das cordas. LV escuta a porta do quarto de Gabriel, que aparentemente estava dormindo sendo esmurrada e vai até o local saber o que está acontecendo. Ele abre a porta e Gabriel rapidamente se senta no colchão como se tivesse acabado de acordar.
__ Mas que tanto esmurra essa porta garoto? Espero que tenha uma boa explicação para isso tudo. Por acaso o mundo está acabando? – grita ele.
__ O que você acha? Comigo aqui preso, é claro que o mundo está se acabando. Você ainda está solto, acha isso suficiente ou quer mais motivos? – ironiza Gabriel.
__ Não me testa garoto, minha paciência hoje chegou ao limite. – diz agarrando Gabriel pelo Braço bem forte.
__ Nossa já foi melhor nas suas respostas. Então me diga, quer saber ou não o motivo das portas terem sido batidas com tanta força? Mas para saber precisa me soltar. Ah não ser... que um ou outro acordo proposto não esteja de pé. – ameaça Gabriel desisti da proposta feita.
Ao ouvir sobre a proposta ele imediatamente solta Gabriel e solta uma resposta espantosa aos ouvidos do garoto.
__ Desculpa pelo seu braço, mas está dizendo que aceita minha proposta. É isso mesmo? Muito bem acho que agora sim tocamos no ponto certo.
__ Me surpreendeu, mas não é tão resistente assim né? Fez a escolha certa, afinal quem dá as regras desse jogo sou eu. Agora, que aceitou a minha proposta já sabe o que garante a segurança sua e de seus amigos, não sabe? Mas por garantia vamos refrescar a sua memória: uma palavrinha muito útil, silêncio. Caso banque o espertinho saiba que segredos sobre o Ensino Médio podem vasar, ou prefere que eu chame de “bule” assim como o de café? Não se esqueça de que eu posso encontrar um colega antigo de vocês e apresenta-lo a Sara. – ameaça LV.
   Gabriel, pela primeira vez se assusta com a ameaça de LV e responde:
__ Deixa a Sara fora disso, ela não precisa saber do meu passado e nem dos meus amigos. Garanto que não vou abrir a boca do que sei para ninguém. – afirma Gabriel pensando: Ninguém que você conheça. As pessoas que sabem ficar em silêncio sempre convencem, não é isso que dizem?
__ Acho bom está dizendo a verdade, só assim estarão seguros seus segredos. Como diz o acordo precisamos nos dá bem entre seus amigos, mas não poderá ser do nada. Agora vamos vou deixa-lo na cidade, isto é, para você ver que podemos ser bons amigos, mas cuidado com a fúria das ondas, posso ser pior que um tsunami. E a seus amigos nenhuma palavra. ¬– diz LV estendendo a mão a Gabriel.
     Gabriel pensa em Sara e seus amigos e que tudo valerá a pena por eles e estende uma de suas mãos à LV e com a outra nas costas cruza os dedos. LV então pede mais uma coisa a Gabriel.
__ Agora cumpra a sua parte e diga a seus amiguinhos que em breve terão uma velha recordação, talvez a proibida de lembrar ou esquecida de propósito. Não se assuste querido, pode ser que saber de tudo o faça tropeçar na pedra no caminho. É tudo, vá. Chegamos.
   LV o deixa na praça do açaí, local onde tudo começou e vai embora. Gabriel volta para sua casa e afirma:
__ Foi ótimo fazer negócios com você LV, mas não me lembro em nenhum momento de garanti que não iria aprontar. Às vezes o tombo vem à cavalo e pode ser muito doloroso. E você meu irmão, onde será que está? Vou precisar de sua ajuda.

__ Gabriel já soube da novidade? Temos um porão aqui em casa e não se esqueça: Ninguém, além de você e eu sabemos disso, é nosso segredo. – revela Rafa a seu irmão
__ Sério isso Rafa, obrigado por compartilhar. Quem sabe um dia, pode ser o lugar que um de nós precise esconder. Não que eu deseje isso, mas nunca se sabe né.
__ É verdade Gabriel, também já parei pra pensar nisso acredita? Vamos viver um mistério ainda pode escrever. – diz Rafa seguindo sua imaginação.
    E assim se lembra Gabriel de uma conversa que teve com Rafa quando ainda era criança e fica intrigado.

__ Será que foi para o porão que Rafael fugiu aquele dia no clube? Quando Sara veio nos contar do pai dela e LV? Seria muita coincidência lembrar isso, justo agora. E agora o que faço?
      Enquanto isso, Sara chama Roberta para uma conversa no clube, enquanto os demais se preocupam com Rafael. Roberta então questiona a Sara:
__ Sara por que me chamou para conversar a sós? Não devíamos está com os outros?
__ Chamei porque estou curiosa para saber o que tinha pra me dizer quando contei que Gabriel tinha sido sequestrado. Pode me dizer? – explica Sara deixando Roberta surpresa com a pergunta.
__ Ah é isso, então? Nossa achei que tivesse feito algo de errado amiga, que susto! É que Gabriel ultimamente antes de ter sido raptado estava cheio de mistérios, inclusive estava sabendo algo muito sério e inclusive estava dando tempo a alguém e falou também que esse tempo estava se esgotando. Por acaso, sabe de algo à respeito? – conta Sara o que Deivid tinha lhe dito.
__ Tem certeza disso Roth? Ele teria contado pra mim, eu acho. Mas essa história está estranha. O que será que ele está escondendo e alguém mais sabe disso? – sonda Sara sobre o assunto, já incomodada.
__ Calma Sara. É que na verdade isso foi o que ouvi de uma conversa dele com Deivid. Também achei bem suspeito, por isso decidi te contar. Pensei que soubesse de algo. Me entende? – responde Roth aflita.
__ Então Deivid sabe disso? Ótimo ter me contado Roberta, vou ter uma conversinha com ele também. Espero que não seja o que estou pensando ou as coisas vão ficar pior entre Gabriel e eu, mais do que já estão depois do que ele me disse sobre Red. Não esqueci. – desabafa Sara com Roberta.

GABRIEL E LV ENTRAM EM ACORDO, FINALMENTE. MAS SERÁ QUE TODOS IRÃO CUMPRIR AS PARTE DO ACORDO? APÓS TER SIDO "LIBERTO" DO SEQUESTRO GABRIEL SE RECORDA DE UMA CONVERSA COM RAFAEL, QUE LHE TRAZ DÚVIDAS. SERÁ UMA CHANCE DE ENCONTRAR O IRMÃO? SARA ENTÃO DESCOBRE POR MEIO DE ROBERTA  ALGO SUSPEITO DE GABRIEL E DECIDE CONVERSAR COM DEIVID, QUE FOI QUEM OUVIU O QUE DISSE O AMIGO. E AGORA O QUE SERÁ QUE VEM POR AÍ? NÃO PERCAM O PRÓXIMO CAPÍTULO DE: O SEGREDO DO PORTA-MALAS!
Natões Pox
Enviado por Natões Pox em 16/04/2019
Reeditado em 21/04/2019
Código do texto: T6625045
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Natões Pox
Montes Claros - Minas Gerais - Brasil
38 textos (1205 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/05/19 16:20)