Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PAI.

PAI.
(Sávio Assad)
Pai, hoje estou aqui desolado,
Sentindo a minha vida se esvair
Sem um propósito maior.
Sentindo o vazio no meu coração.
Sem o habitat do amor.

Sendo levado por essa correnteza da vida
Não podendo me agarra em seus braços.
Sendo magoado profundamente
Sem ver a flecha que me culmina.

Pai estenda seus braços e me alcança
Me tira desse redemoinho de loucuras
Que embaça meus pensamentos e me tira o sossego
Fazendo calar minha alma.

Sei que sou um pecador,
Sei que Lhe virei as costas muitas vezes,
Por não querer enxergar o sol e Seus raios de luz
Me perdoa, mais uma vez e me proporciona a paz.

Niterói, 28/10/2014
Sávio Assad
Enviado por Sávio Assad em 28/10/2014
Código do texto: T5014318
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Sávio Assad
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
432 textos (29947 leituras)
19 áudios (1393 audições)
4 e-livros (106 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/19 13:43)
Sávio Assad