Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SENHOR, NÃO POSSO SEGUIR SEM A SUA LUZ!

             
Senhor,

preciso que me acorde desta hora e que suavize o meu coração para entender e aceitar o imutável;

careço do seu suave afago banhando meu cérebro para encontrar alternativas que possibilitem consolar os enfraquecidos frente aos distúrbios da convivência;

necessito de ti, Mestre Amigo, para suportar este peso tão significante, mas dorido em face de não poder dar tanto quanto me pedem;

acreditando nesta soberana luz e no meio desta escuridão em pleno dia, proteja-me destas tempestades do coração que me cegam a alma e faça-me ferramenta laborosa para desbravar tantas ervas daninhas colocadas nesta trajetória!

Senhor,
carregue-me porque, nesta hora, não posso seguir sem a sua luz!

©Balsa Melo
16.09.2005
Cabedelo - PB
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Enviado por BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO) em 24/08/2007
Código do texto: T622345
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
3010 textos (87931 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 07:47)
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)