Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


Pai,
perdoe minhas fraquezas,
os caminhos indevidos que trilhei,
as lágrimas que cobrem o meu rosto,
e a dor inexplicável que aperta fortemente minha alma.
Perdoe, esse coração cansado,
que por acreditar muito, sofre tanto.
Perdoe, porque embora precise,
ainda não aprendi a aceitar o que me envias, 
ainda não compreendo... 
nem mesmo consigo identificar o caminho.
Perdoe, minha a ausência de compreensão 
que faz com que a dúvida permaneça.
Perdoe, porque ainda não consegui
vislumbrar as portas que me abrem.
Perdoe, essa fé inconsistente,
Que em alguns momentos faz com que eu me sinta só.
Perdoe por acreditar e, no entanto, 
deixar que o desânimo
se faça presente em meu caminho.


Wanderlúcia Welerson Sott Meyer
Enviado por Wanderlúcia Welerson Sott Meyer em 22/11/2007
Reeditado em 31/03/2011
Código do texto: T748271
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Wanderlúcia Welerson Sott Meyer
Juiz de Fora - Minas Gerais - Brasil, 50 anos
773 textos (23042 leituras)
2 áudios (37 audições)
6 e-livros (608 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 05:34)
Wanderlúcia Welerson Sott Meyer