Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto




Enfim, te sinto bem perto
Submissa a ti, o que fazer?
E eu que passei a vida a te temer
Noites mal dormidas em ti só a pensar

Que armas usar para te enfrentar
Agora me visitas sem avisar, inexorável
Deixando-me assim em um estado deplorável
Entediando-me, preciso descansar

Mesmo um pouco atenta, aceito
e passo meus dias com as lembranças
dos remotos tempos de criança
já guardados em outro extremo

A brincar de "faz de conta", fingir
não por covardia, a ti me entrego
não por medo, contigo me alegro
Afinal, qualquer final é supremo..

 

Sueli do Espirito Santo
Enviado por Sueli do Espirito Santo em 29/06/2005
Reeditado em 16/06/2013
Código do texto: T28962
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Sueli do Espirito Santo
Santo André - São Paulo - Brasil, 69 anos
1483 textos (241547 leituras)
1 e-livros (111 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/07/20 12:07)
Sueli do Espirito Santo