Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Força da expressão

Ah, sonhos! Sonhos!
Elixir da vida!
Começa uma idéia
parindo pensamento,
que logo faz um sonho.
Sonha-se mais e mais
e na clausura da utopia
alheia-se da realidade,
parâmetros se opondo,
sem ponte de travessia,
viável pela expressão,
no grito aos amigos,
seja versado,
desenhado, sorrido,
como faz o poeta,
ao sonhar na poesia
sob amistosos ecos,
que asseguram confiança
e probabilidade ao sonho,
ora por todos sonhados
mas por tantos velados,
egóicas ânsias agonizando
na utopia singular.
O amor começa quando
nada se espera em troca
além de o propagar,
assim dizia Exupéry,
pois afinal, mais vale
perder tempo com amigos
que os perder,
feito sonhos confinados
e abortados ao nascerem.

Santos-SP-01/12/2006

Inês Marucci
Enviado por Inês Marucci em 01/12/2006
Código do texto: T307030
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Inês Marucci
Santos - São Paulo - Brasil, 55 anos
584 textos (23694 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 16:58)
Inês Marucci