Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Depressão e Escrita



Sou uma pessoa ansiosa e depressiva.
A minha taxa de serotonina é organicamente baixa.
O Cloridrato de Sertralina mantém estável.
Deveria praticar exercícios físicos, ajudam.
Todavia sou preguiçosa.
Escrevo por compulsão.Talvez, eu seja portadora de TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo) por escrita.
Minha terapeuta nunca me falou a respeito disso.
A despeito do quadro depressivo, sou uma pessoa que ama a vida.
Tenho trabalho, família,casa própria, automóvel, amigos, inteligência ,fé em Deus, amor e todas as coisas materiais para ter uma vida confortável.
Mesmo assim, há dias em que acordo sem vontade de fazer nada, ficar ali, prostrada , sem ação.
É nesta hora, que há força interior que existe dentro de mim vem à tona.Não posso dar-me ao luxo da entrega à depressão.
Quem já sofreu, sofre deste mal ou tem algum familiar depressivo sabe exatamente do que eu estou falando.
É algo cruel demais, pois o que dói é a alma.Não há feridas expostas, uma perna engessada ou algo visível aos olhos externos.Apenas eu, sei o quanto dói.
Nestes momentos, o melhor remédio não é Prozac, Fluoxitina ou Sertralina...É a escrita.
Escrevo .Exponho o que sinto ou aquilo que eu gostaria de sentir naquele momento...
O alívio vem...
A vida é boa e devemos vive-la da melhor maneira possível .Carregando e aceitando nossos problemas , que podem ser bem menores que os problemas do vizinho.






Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 02/12/2006
Reeditado em 05/04/2010
Código do texto: T307817
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 58 anos
11345 textos (924609 leituras)
16 áudios (8891 audições)
311 e-livros (34215 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 04:06)
Denise Severgnini