Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ósculo de formiga

Rezando, observei as minúsculas formigas e, observando, pensei: talvez o mundo fosse muito melhor se vivêssemos como essas pequeninas, na cooperação e no respeito mútuo. Todas voltadas para um mesmo propósito – a  sobrevivência do grupo. Se olharmos com atenção, notamos como é belo o cumprimento que elas fazem quando passam umas pelas outras: um simples tilintar de anteninhas, uma espécie de reconhecimento tipo “ei, estou aqui!” ou “que bom ver você” – que eu chamo de ósculo de formiga. Pequenas e indefesas, vivem muito bem, e é como se o mundo fosse só delas...
Joyce Amorim
Enviado por Joyce Amorim em 25/01/2007
Reeditado em 25/01/2007
Código do texto: T357977
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre a autora
Joyce Amorim
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 30 anos
141 textos (17068 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/20 13:17)
Joyce Amorim