Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUANTO VALE UMA AMIZADE?

Certa vez refleti e considerei que a amizade verdadeira dá coletividade à nossa individualidade.

Somos como um pote vazio. Sozinhos, somos apenas um pote, que pode ficar jogado num canto do armário, ou até num cantinho escondido do quarto de bagunças, em meio aos badulaques... sozinhos ficamos expostos à solidão, ao esquecimento.

Mas, se tivermos balas, doces, chocolates, biscoitos, bolachas e tantas outras coisas para guardar, podemos usar o pote. Tiramos o pote do anonimato e da inutilidade e fizemos o pote dos doces, balas, biscoitos... que ficou um pote útil.

Assim que imagino um relacionamento de amizade. Se não temos amigos, somos vazios, temos apenas a nós mesmos, somente nossos conceitos e não temos com quem partilhar, sorrir, chorar, cantar... sozinhos somos tristes, pois ficamos vazios. Por isso é necessário encher o pote! O ser humano necessita se relacionar com as diferenças... temos os amigos balas, biscoitos... cada um com sua maneira diferente de ser, que preenche o espaço certo, no momento certo. Amizade, nesse sentido, é um propósito de vida. O filósofo holandês Baruch Spinoza (1632-1677) já sabia disso: “o propósito da vida é aumentar a nossa felicidade, aumentando a felicidade dos outros”.

Esse propósito de vida deve ser conquistado, e SÓ A CONVIVÊNCIA PERMITE A CONQUISTA! Superando limites e diferenças, a amizade vai se edificando, fortalecendo... a amizade se torna vida, e viver, já ensinava Jesus, é ser Luz no mundo, irradiando alegria, conquistas, partilhando vida!

A amizade deve ser preservada. Quantos apenas a desprezam, abusam e fazem péssimo uso do carinho, respeito e harmonia que brotam de um relacionamento de amizade. O desprezo abre feridas que não se curam com um simples “estava ocupado, desculpe-me”. Lembro-me do filósofo Heráclito (540-470 a.C.), que ensinou com o processo do perene devir, que tudo dá voltas, mas nada voltará a ocupar o mesmo lugar de antes.

Assim, é importante meditar a maneira que lidamos com a amizade que devotamos e devotam para conosco. Que valor temos destinado à amizade; somos sinceros quando dizemos manter um vínculo de amizade?

Quanto vale uma amizade? Só nós mesmos podemos avaliar nossas amizades. Nossas atitudes são nossa melhor resposta.
Toninho Miguel
Enviado por Toninho Miguel em 14/03/2007
Código do texto: T412157
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Toninho Miguel
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
61 textos (22601 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/20 16:37)
Toninho Miguel