Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor de primavera.

Uma vez, escalando a mais alta montanha,
Encontrei o que procurei a vida toda
A mais bela e pura flor
Desabrochando diante dos meus olhos

E logo ao colhê-la
Senti um medo terrível,
Medo de não ser digno
De cheirá-la, contemplá-la
Ou até mesmo beijar-lhe as pétalas

Mas no amor tudo é efêmero,
Portanto, quando encontrar sua flor
Fale de seu amor,
Sinta o seu perfume,
E beije suas pétalas

Pois ela um dia murchará e morrerá
Restando apenas saudades
De um amor de primavera.
Ademir Olivetto
Enviado por Ademir Olivetto em 16/03/2007
Reeditado em 07/03/2010
Código do texto: T414885

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Ademir Olivetto
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 40 anos
847 textos (18586 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/09/20 08:44)
Ademir Olivetto