Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

inocência do prazer

eu posso ser , se você deixar eu entrar bem pertinho da tua cabeça como foma de provocação eu sei que posso ser um pedaço da tua consciência em forma de coração , eu nunca senti nada assim , ainda tudo é novo pra mim ,e é lindo essa primeira vez eu vejo , quando me pego sorrindo ,. centenas de imagens , milhares de paisagens belas não vão te mostrar como eu me sinto , porque é algo mais que tudo o que há de imenso ,é lindo é forte é intenso , milhões de vesos que eu faça não vão valer mais do que eu tenho pra te mostrar até porque não existe nenhum futuro nem sonho , porque também não há uma coisa tão valiosa quanto essa saudade , agora que eu te te vi , fala baixo e sente eu vou te dar um presente, sou feliz e trago a prova nos meu olhos molhados pra te dizer foi bom te conhecer inocência do meu prazer.
paulo manuel silva
Enviado por paulo manuel silva em 20/07/2007
Código do texto: T572536

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
paulo manuel silva
Belém - Pará - Brasil, 31 anos
367 textos (9305 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/05/21 05:46)
paulo manuel silva