Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Caixa de Sentimentos

Cada um de nós tem dentro de si uma caixa de sentimentos, e como qualquer caixa, ela tem limite de espaço.
Essa caixa de sentimentos funciona assim: sempre que sentimos algo, bom ou ruim, nós guardamos dentro dessa caixa. Quando acontecem mais coisas boas, as ruins vão ficando no fundo, e nós, naturalmente, nos esquecemos dela. Quando o contrário ocorre, a caixa vai perdendo a beleza, e não sentimos mais prazer em abri-la, isso é o que eu chamo de "nó na garganta", você prende tudo dentro de si, quando o certo seria abrir a caixa e jogar todas as coisas ruins fora, e optar por só guardar dentro dela coisas boas, que te façam bem.
Não é fácil selecionar sentimentos pra pôr dentro da caixa, mas é necessário... Não há felicidade perene, mas também não há sofrimento perene. Dizem: "A dor é inevitável, o sofrimento é opcional". A meu ver, essa frase é uma inverdade. Como poderíamos nos machucar sem sofrer? A não ser que sejamos insensíveis criaturas, o que não é o caso. A dor é um fato e o sofrimento é inevitável. Mas cabe a nós determinar o tempo desse sofrimento, precisamos controlar nossas emoções, ou ela montará em cima de nós e nos fará escravos delas. Emoção é preciso, mas razão foi feita pra ser usada também. Não podemos permitir que nossa vida se torne um filme de drama, não foi pra isso que Deus nos criou e nos mandou pra esse mundo, pelo contrário, foi que pra que nós sejamos felizes, e que façamos da nossa vida um filme de comédia, pra que transformemos tragédias em risadas e muito bom-humor.
Ahhh, e a caixa de sentimentos? Só guarde nela o que presta, pra o que não presta existe a lata de lixo.
Camila Dellanora
Enviado por Camila Dellanora em 23/08/2007
Código do texto: T619683

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Camila Fernandes). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Camila Dellanora
Porto Velho - Rondônia - Brasil, 27 anos
14 textos (3047 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 15:42)
Camila Dellanora