Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EDUCAÇÃO BOSS(T)A NOVA

   A lama que toma conta das instituições brasileiras não tem precedentes na historia político-social dessa triste nação. A lei de Gerson, na qual se dar bem em tudo é sinônimo de inteligência, infelizmente contaminou o ultimo arauto em defesa da moralidade pública; a educação.
   Os educadores (salvo honrosas exceções), já não mais dão aula por amor ou vocação. O dinheiro é a mola mestra a impulsionar os interesses desta nova classe de educadores modernos. Cheios de diplomas e medíocre intelectualidade, concernem o “ter” como religião a suplantar todas as outras formas decentes do “ser” enquanto elemento fomentador da ética e moral da juventude.
    É inadmissível notar o desplante e a falta de respeito com que esses educadores ministram suas aulas. Cheios de si, ojerizam críticas e tudo o mais que atentem contra suas auras de baluartes do saber e conhecer, no que tange aos processos de desenvolvimentos cognitivos e de assimilação da aprendizagem. Nada mais repugnante que ter o desprazer de participar de diálogos entre esses falsos sábios, ao discorrerem sobre os problemas educacionais vigentes, pois,são eles sempre as vitimas,cabendo a culpa apenas aos alunos, ao “sistema’ e a falta de condições financeiras e materiais com que enfrentam o dia a dia no processo educativo.
     Será mesmo que não cabe nenhuma parcela de culpa aos professores? Será mesmo que são eles as vítimas de todo esse processo? Será o sistema o grande monstro a corroer o estudo em nosso país? Quem formulou e formula nosso sistema educacional, os alunos ou os doutores em educação? Quem montou e da sustentação e esse “sistema” tão endemoniado pelos educadores modernos? Quais são os “grandes educadores” por eles apresentados aos alunos e qual a participação dos mesmos na construção desse monstruoso “sistema”?
       Enquanto esses baluartes da educação moderna não assumirem sua parcela de culpa por todo atraso e incompetência por que passa nosso modelo educacional, o Brasil estará fadado ao atraso, e, seus estudantes, nada mais serão que não clones desses incompetentes educadores travestidos de intelectuais, e essa bola de neve, rolará até o abismo da incompreensão e insanidade por onde esses bostéticos pós-modernos estão levando a educação brasileira com o desplante de, como Pilátos, lavarem as mãos jogando toda a culpa no “sistema” sem, no entanto, assumirem ser esse “sistema”, uma criação dos mesmos que agora se volta contra seus criadores.
 
Leilson Leão.

 
Leilson Leão
Enviado por Leilson Leão em 24/08/2007
Reeditado em 27/08/2007
Código do texto: T622341
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leilson Leão
Euclides da Cunha - Bahia - Brasil, 51 anos
950 textos (70499 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 11:29)
Leilson Leão