Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vitória

Eu tenho uma irmã
Ou talvez seja imaginação
Eu mal vejo ela
Mas guardo-a no coração
Eu não sei quase nada sobre a vida dela
Não sei a cor predileta ou a melhor amiga
Dizem que os olhos dela se parecem com os meus
Mas espero que tenha mais sorte com o velho do que eu
As vezes eu não sei a idade que ela tem
Nunca lembro o dia que ela faz aniversário
Mas ela sabe que tem um irmão
Espero que ela também me guarde no coração
As vezes até vejo ela de longe
As vezes vejo ela em domingos
Ela corre e me dá um abraço
Daqueles apertados que parece ser o último
Vejo nela a chance do velho
Fazer melhor e concertar
Aquele amor incondicional que falhou ao me dar
Vejo nela uma ingênuidade
Que apesar da idade
Mora ali e não vai embora tão cedo
Eu mesmo quando a vejo
E ela me pergunta por que quase não a visito
Abro um sorriso e digo
- "O mano está ocupado"
Eu rezo a Deus e desejo felicidade
A ela, ao senhor e quem mais for
Desejo o melhor em meus pensamentos
Não há espaço para julgamentos
Eu estou erguido mesmo sem alicerce
E feliz mesmo com o seu lugar vago
A sua saudade eu jamais apago
Mas que ao menos com ela
Tu esteja lado a lado
Fique com Deus
Gabriel Duartte
Enviado por Gabriel Duartte em 29/01/2018
Código do texto: T6239065
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Gabriel Duartte
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 23 anos
27 textos (1179 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/20 00:58)