Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quando Eu Crescer

Mãe, o que eu vou ser da vida? Vou ser médica ou veterinária? Cuidar de gente ou de bicho? E se eu fosse professora? Seria legal né mãe, poder passar meus ensinamentos adiante, mas será que eu consigo ficar o dia inteiro presa numa sala?
E se eu for bióloga mãe? Passar o dia todo perto da natureza, dos bichos... Mas tem os insetos também e eu não suporto insetos, você sabe. Advogada então? Não sei nem me defender quanto mais os outros.
Eu estou crescendo mãe e estou desesperada, a vida está passando e cobrando coisas que eu não faço ideia de como resolver. Caramba, eu só tenho vinte e um anos não devia ser responsável por algo que eu quero fazer para o resto da vida, vai que eu esteja com quarenta anos e descubro que não gosto do que eu faço, não deveria existir isso de escolher, deveríamos apenas experimentar de tudo um pouco até morrer.
Bailarina, eu posso ser bailarina né mãe? Você mesmo diz que eu levo jeito para a dança, mas a rotina é tão puxada né, não teria tempo para mais nada e nem meus docinhos eu poderia comer... Docinhos, é isso, serei confeiteira, se bem que eu sempre queimo o fundo do brigadeiro na panela, você adora mais nem todos me amam como você mãe.
Escritora talvez? Mais ai eu morreria de fome, o Brasil não dá muita importância para os escritores, a não ser que você seja Youtuber.
É isso!!! Serei Youtuber, é a profissão do momento, o que acha mãe? É melhor não né, não sei sobre o que seria meu canal e os únicos inscritos seriam você e o papai. O papai, como pude esquecer dele, talvez ele saiba a resposta para essa pergunta, eu sou tão parecida com ele, pelo menos é o que a senhora diz quando está brava comigo. Mas acho melhor não perguntar, ele já está dormindo e ficaria furioso.
Talvez eu pergunte para o meu irmão, mas ele só tem cinco anos e diria para eu ser bombeira ou super-heroína.
É mãe, eu desisto, talvez eu seja boa em muitas coisas mais não a melhor em nenhuma delas.

Acho que serei astronauta mãe, no mundo da Lua eu já vivo mesmo.
Duda Conti
Enviado por Duda Conti em 17/05/2018
Código do texto: T6338568
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Texto escrito por Duda Twitter: @duda_conti ). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Duda Conti
Santo André - São Paulo - Brasil, 21 anos
9 textos (79 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/07/18 19:34)
Duda Conti