Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Voz

 Quero aqui me expressar  sem se esquecer da tal sinceridade, estou tão cansado de todos os dias enfrentar guerras terríveis ao ponto de ter a plena certeza que tudo não faz mais sentido. Sim meu amigo(a) talvez seja por tua causa, porque quantas vezes no dia você julga uma pessoa sem fazer questão de conhecer ou até mesmo conversar com ela? Se baseando no que ver, cria tu vários argumentos de tal pessoa e, com olhares demostrar tamanha opinião formada sobre ela, ah! meu amigo (a) você pode pensar que nós não sabemos pois são seus pensamentos estás correto ou talvez errado. Ao sair de casa e ao voltar quanta vezes me pergunto o que ele(a) estava pensando sobre me? Porquê estava me olhando tanto? E daí nasce automaticamente turbilhões de pensamento que causam dores, me deixa debilitado, e até mesmo muitas das vezes fraco, pois já estou tão acostumado a ter das pessoas sempre o julgamento, que penso que todas irão me julgar.
    Quantas vezes deixei de se aproximar por medo do que vão pensar sobre minha pessoa, sem ao menos conhecer um terço de me, quantas vezes já me calei pois sempre tive em mente que você vai me julgar, ah! Amigo(a) quantas vezes cherei,perdi o sono por tua causa.
    Posso sim está totalmente errado de sempre pensar o pior das pessoas a meu respeito mas o que irei fazer se essas feridas me deixaram apenas cicatrizes profunda que me atormenta a alma.
    Então amigo (a) mostrar-me que estou errado, venha me conhecer melhor, ou talvez perceberá que em todo momento era tu que estava errado ao meu Respeito.
Jotha Carlos Caetano
Enviado por Jotha Carlos Caetano em 17/05/2018
Código do texto: T6338583
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jotha Carlos Caetano
Guapiaçu - São Paulo - Brasil, 19 anos
2 textos (26 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/18 23:20)
Jotha Carlos Caetano