Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Caixa de Objetos Usados

Falhas em cima de falhas.
São historias pra contar.
Uma vez um amigo me disse que gosta da dor e da duvida
acho q gosto de pensar como ele,
que talvez fosse eu em outro corpo, que aprendi a separar.
Todas as vezes eu esperei ser feliz sem esforço e, continuo esperando.
Novidades sem noticias.
Historias simultaneamente repetidas
Todo vazio reunido numa pessoa de classe média que não pode reclamar!
Reclamar é uma dadiva dos fracos.
Mas os fracos são fortes em sua fraqueza.
Ser forte é fingir ter coragem, e isso não é de se orgulhar...é desprezivel.
Toda a magoa reunida num corpo vivo, com historias sem enfase.
Cansada das pessoas e suas vidas sujas.
Cansada do ontem que é igual a hoje e que vai ser igual a amanha.
A futilidade devastadora, que corrompe meu coração e de todo o mundo em geral esta me transformando em algo menor.
A merce de toda a tristeza, estou jogada no fundo da caixa de objetos usados que não tem mais valor algum.
E infelizmente não vou estar a venda em brechó.
Déborah Branco
Enviado por Déborah Branco em 03/09/2007
Reeditado em 14/12/2007
Código do texto: T636656

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Déborah Branco
São Paulo - São Paulo - Brasil, 27 anos
10 textos (559 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 17:28)
Déborah Branco