Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

minha vocação

Sei que minha melhor chance minha vocação e meu lance; é fazer Poesia , eu assisto a vida crio  um conceito , mastigo e vomito o que Eu tenho no peito;
Aprendi que os guardanapos que limpam  a minha boca nunca estão Sempre limpos;
Existem seres humanos vivendo como bicho ;
Por serem vistos como lixo; tentando enforcar a vida de mau quisto ;

As veses eu amo e contruo planos, distância e desejos moram em mim em homenagem ao futuro que é um cara tão atual , e é pra ele que vim deixar as portas dos sonhos sempre abertas;

Fazer planos de vida mesmo nas incertas;
nos canos que eu levo de dor e lembrança sempre haverá em outra vida de outro ser uma nova esperança;

sempre haverá um dia de paz pra gente viver a verdade ,e eu quero me despedir de idéias mortas;

De bocas tortas;ninguém me fala algo pra acordar ;
porque a maior finalidade de um fofoqueiro é te escraxá;
Depois de um dia meu corpo cansado e marcado por várias batalhas ;
Apresenta muitas falhas é a mente que se abre de repente  ;
E alimenta uma dor vivente ; eu sou um ser que nasceu mais carente que o normal ;
eu sou um ser que nasceu de repente pra desviar o mal do dia, entre meus versos e poesias , eu comigo no real.








paulo manuel silva
Enviado por paulo manuel silva em 07/09/2007
Código do texto: T642541

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
paulo manuel silva
Belém - Pará - Brasil, 27 anos
367 textos (8947 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 05:34)
paulo manuel silva