Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

vamos tentar de novo


por que será que seus olhos me dizem nunca mais? ,  lembro sua mente a um ano atras, era tão eu;

olha só o que restou dos nosso sonhos virou migalhas, que alimentam vários começos sem fim;

pobre de mim que ainda tem restos de ilusões guardadas à dois;

Eu sou ruim e você é boa, você tá em mim nos sentidos ,  e eu em você a toa;
vê se me perdoa! ;
Eu fui condenado a amar errado;
Assim como feito pra reparar a dor do meu lado;
Ainda te quero bem ,bem junto
E bem longe de mim;

Vejo um dia lindo preciso de ti;
Acordo com voc do outro lado , vejo que é tão inútil ;
Eu no papel de cara paixonado e você no de fútil;
Qual de nós vai pedir primeiro na hora do desespero o amor , o Tempero nessa salada de tédio do dia inteiro?;
Meu amor intelectual; quero tudo igual ;

Reconheço teus valores de vida os bons e os maus , os brilhante e os caos ;
Vamos voltar a vida de casal
Pra que despedida ?
Foi mau, mas ainda tem saida nas cutições que vivemos como tal;
Tal de seres , que juraram em meio a lua a verdade no amor e a Realidade na vida, em meio ao bem ou ao mau.















paulo manuel silva
Enviado por paulo manuel silva em 14/09/2007
Código do texto: T652473

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
paulo manuel silva
Belém - Pará - Brasil, 27 anos
367 textos (8946 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 19:59)
paulo manuel silva