Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Conversa ou justificativa? Você decide

Não é como se estivéssemos mantendo uma conversa, mas vamos lá.
É mais uma parte de mim que quer falar, mesmo que apenas os ecos das paredes me escutem. Eu aprendi algumas coisas recentemente. Coisas que muitos já sabem, coisas que não se pode extrair de livros. Você vive, associa, compreende, executa. Apenas isso.
A primeira delas é que nada é tão simples assim.
A segunda é que tudo pode ser simples.
Perceba a diferença. É o sujeito que as torna simples, mas se o sujeito não estiver apto ou pronto para fazer delas assim, então nada será simples, ou fácil.
Quase nunca estamos. Um dia talvez, mas eu, por exemplo, não estava. Ainda não estou.
A primeira parte é organizar as experiências na mente, essa é a parte fácil. Colocar em prática que é difícil, por que tendemos a dificultar. Não, isso não é um texto do tipo ¨seja positivo, yupi!¨. Nada contra. Mas não é. É apenas uma parte da minha assimilação. Aquela em que eu consigo dedilhar perfeitamente a rota que a minha mente quer trilhar diante das situações, mas que quando se chocam com os sentimentos que as situações reais provocam, tendem a repetir o erro. Frustrante, eu sei. Você já deve ter passado por algo assim. Todo mundo passa.
Outro fato: qualquer tipo de relacionamento é mais complexo do que imaginamos, mesmo o nosso relacionamento com nós mesmos. Essa parte parece do tipo ¨estou complicando a vida, ai meu Deus¨, mas te juro que não é! Vou te explicar por que relacionamentos tendem a se complicar: por que nós é quem somos complexos. Um ser por si só já convive com suas mil faces dentro de si. Crescer é sempre adquirir mais e mais faces. Mais e mais pedaços que estavam perdidos, adormecidos, escurecidos, enevoados, quebrados. Por que não são apenas de belos jarros e porcelanas que se fazem nossa coleção. Também existem cacos pontiagudos, canecas de plástico, pratos trincados e toda a poeira que deve ser removida das prateleiras vez que outra. Nossos demônios, defeitos, traumas, medos, experiências. Como você quiser chamar. E lidar com isso é complicado, por isso que nesse exato momento você já deve se sentir vencedor(a) por estar tentando e conseguindo, mesmo que aos poucos, organizar toda essa bagunça que existe ai dentro e que só você consegue ver. Você está fazendo o seu melhor. Todos estamos.
Eu achei que era fácil, achei que conseguiria simplesmente ignorar os pedaços de vidro no chão do meu coração. Conforme fui caminhando, meus pés deixavam um rastro de sangue e isso já era previsível. No fundo eu mesma já sabia. Sempre tenho aquela voz que me diz ¨Ei, você sabe que vai dar merda¨ e ela me alertou.
Mas aí vem a minha terceira revelação: tudo acontece por um motivo. E me desculpe, não tenho comprovação cientifica alguma para provar essa parte. Apenas é. Todas as situações e pessoas que passam por nossas vidas não vem em vão. Elas tem um significado. Elas tem um porquê. E conforme o tempo passa, você passa a enxergar isso claramente. Algumas pessoas vem te preparar para enfrentar algo novo, outras são as próprias provas que estão sendo colocadas em prática, outras vêm como mestres e te ensinam. Ás vezes por amor. Ás vezes pela dor. E assim também é conosco, podemos ser dádivas ou provações na vida daqueles que nos cercam.
É assim, pare para pensar em tudo o que já te aconteceu. Faça a conexão. Ela está bem ali, abra seus olhos e trilhe o mapa que só você tem e que te leva até o tesouro que é estar cada dia mais perto de quem é você por baixo de todas essas camadas de construções sociais e egocêntricas que camuflam a sua essência. Tudo isso está te levando para algum lugar. Agora você já sabe. É o seu posicionamento que vai determinar se uma situação/pessoa vai ser algo tranquilo de se lidar ou não. E tá tudo bem se for a tempestade que você escolher trilhar. Há beleza em tudo, mesmo no meio do caos. Alguém me disse uma vez ¨Nós dançamos diante do caos¨e realmente, nós dançamos. Independente do que vier, nós iremos dançar. A única coisa que podemos escolher é que tipo de música vai estar tocando naquele exato momento.
ThaisCP
Enviado por ThaisCP em 04/05/2019
Reeditado em 04/05/2019
Código do texto: T6638575
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ThaisCP
Caxias do Sul - Rio Grande do Sul - Brasil, 22 anos
54 textos (683 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/11/19 23:36)
ThaisCP