Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Resgatando o soldado "EU"...Perdido no passado.

Preparei-me tanto

Para a batalha da vida

Treinei tanto para não perder

Era um soldado com preparo para vencer.

 

No campo de batalha

Esquadrinhei cada milímetro

Estudei cada oponente

Como se fora "Eu", o onipotente.

 

Mas, marchei peito para frente!

Cabeça erguida

Tolices encarceradas

No quepe da demência e inconseqüência.

 

Os anos se passaram

Da criança que eu era

Restou o soldadinho de chumbo

Adolescente, perambulando pelo mundo.

 

Que distância ecoa tal um bumbo

Que vácuo tremendo ficou

Entre o soldadinho de chumbo

E o homem que hoje sou.

 

Nesse ínterim, não me lembro;

Ter lutado

E quando lutei perdi para o adversário

Pois, para esse eu não havia me preparado.

 

Longos anos perdidos

De vida por ser vivida

Entre

        A droga

                    A vida

                              A sorte

                                            A morte!

 

Hoje luto para resgatar

O jovem e bravo soldado

Que ficou no passado...

Passado ficou de luto.

 

Viver o presente sem

Aquele meuEuque não viveu

IMPOSSÌVEL

Ressuscitar o soldadoEu

Que morreu lutando para a morte.

 

Sei...

É algo antagônico e sem norte

Mas tem sido minha sorte

Para vislumbrar um futuro

De vida e amor puro.

 

Não, não...

De forma nenhuma_____ Lamento...

Lamentaria, eu, a própria sorte?

não deixarei o meuEusoldado

Preso ao passado de morte.

 

Por isso tenho buscado em Deus

Forças para fazer parte do "Seu exército"

E numa missão suicida resgatar meuEu

Que tenho certeza não morreu

Pois nunca viveu.

 
Visite meu site:
www.kellerbucci.prosaeverso.net

Kellinho
Enviado por Kellinho em 29/09/2007
Reeditado em 29/09/2007
Código do texto: T673018

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Kellinho- www.kellerbucci.prosaeverso.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Kellinho
Cássia - Minas Gerais - Brasil
187 textos (26292 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 00:46)
Kellinho