Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Minha Parte Sua

Lamento o encantamento repentino de um mês
Lembrar das formas não poéticas em como tudo aconteceu
Momentos inutilmente registrados em uma mente sonhadora
Desprezo cada sorriso provocado nessas madrugadas
E ainda não aceito o falso compromisso verdadeiro
É confuso e curioso o que uma pessoa pode te fazer sentir
Um misto de mentiras e verdades me causou novos sonhos.
A certeza estranha de que posso ser uma pessoa nova
Cheia de surpresas indesejáveis e conquistadoras
O maior ilusionista é o que mente com olhos e eu quero aprender a ser assim.
O tempo cura magoas, mas não cura lembranças
Eu quero curar o tempo, quero causar histórias
Mas não quero ser apenas um bom momento ou apenas um sorriso.
Quero fazer parte dos pensamentos, quero ser lembrada quando vir o dia amanhecer
Quando olhar o fim de uma garrafa, beber cerveja sentado na rua, ou ter uma conversa futilmente interessante
Quando sorrir com os olhos, contar uma piada e ter sonhos estranhos.
E esse desejo de querer ter uma parte mínima minha em você
Me traz uma sensação adoravelmente boa.
Déborah Branco
Enviado por Déborah Branco em 03/10/2007
Código do texto: T678429

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Déborah Branco
São Paulo - São Paulo - Brasil, 27 anos
10 textos (559 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 05:12)
Déborah Branco