Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
desordenado

O que eu aprendi mesmo com o senhor a quem chamo de pai? e que dizes superior a mim?

Quem é você que entrou em minha vida, de maneira abrupta, sem querer saber quem eu era, apenas vislumbrando obter ganhos libidinosos em troca de alguns vinténs?

Quando te conheci descobri que os semelhantes se atraem;;;;

Com sinais trocados revelastes um mundo que me era estranho, o mundo do intelecto racional e do pensamento elaborado, dos filósofos malditos e dos falsos profetas, descobri também o teu veneno e provei-o amargamente, ainda hoje me impregna.

O cinema deixou de ser um mistério; mas sim uma história articulada de escolas e pensamentos imagéticos, domingos as vezes tediosos me fizeram refletir sobre aquilo que via pois nem mesmo sabia estar vendo.,

A música graças a você tornou-se um discurso articulado, um ponto de vista, uma defesa de sensibilidades auditivas e estéticas, por vezes radicais.

Por você só tenho gratidão ternura e agradecimento , faço um esforço hercúlio para não sair dos teus tentáculos, apesar de me custar muito caro; pago-te com a minha liberdade...

 
FOKER
Enviado por FOKER em 04/10/2007
Reeditado em 15/06/2014
Código do texto: T680693
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
FOKER
Palmas - Tocantins - Brasil
692 textos (25295 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 18:22)
FOKER