Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MARCAS


As marcas que ganhei,
as marcas que fiz,
estipularam meu bocado,
delimitaram meu território,
contam tudo que vivi,

Daquilo que toquei,
provei e senti,
é tatuagem na memória,
a pele da minha história,

Só me arrependo do que já fiz,
tudo que não deu certo,
que me sangrou
deixou cicatriz,

Os opostos que equilibram,
Já sorri a noite,
chorei de dia
e os sinais no caminho
ainda me guiam,

Gosto de trazer essas marcas,
como guizos de cascavel
mostram minha idade,
uma doçura um tanto cruel,
Orgulho de ser mulher,
coisa parida, notável!

A respeito das que deixei:
Posso dizer da profundidade,
marquei o chão que pisei,
muito de amor e um quê de maldade,
mas só ficaram
porque deixei... Me dei
com tamanha intensidade
E disso, sempre me orgulharei.

JUNO
Enviado por JUNO em 17/10/2007
Código do texto: T697598
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
JUNO
Mairinque - São Paulo - Brasil, 49 anos
45 textos (2031 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 04:49)
JUNO