Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Castelos no ar

As emoções adoece aos poucos o coração
Seja ela qual for , sempre altera o estado do coração

Sei que não amamos com o coração mas com certeza
Ele é o órgão que mais sente todas nossas emoções

É ele que acelera quando nos apaixonamos não sei quem manda para ele a mensagem de que  estamos amando ou de que algo está se passando cá fora.

Quando eu escrevo sinto a poesia coloco todo sentimento nisso e acho extraordinário como meu coração acelera

Talvez isso não aconteça com todas as pessoas e talvez seja bobagem minha , sinto muito as vezes porque sonho demais e muitas vezes não identifico fantasia com realidade

 E sem falar do quanto sou contraditória em um só texto
eu sei dizer de mim pra mim , mas não sei dizer de mim para alguém .

Sou apenas quem as pessoas acham que eu seja e que muitas vezes não sabem  absolutamente nada sobre mim.

Sigo adoecendo meu coração, prefiro assim a viver uma vida a mendigar por verdades que não chegam até mim.

Quero mesmo é me embriagar de fantasias e sonhos e construir castelos no ar.

Nada é mesmo para sempre e no fim estaremos todos no mesmo endereço .
Esmeralda(Carrossel das ilusões)
Enviado por Esmeralda(Carrossel das ilusões) em 09/11/2020
Código do texto: T7107389
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre a autora
Esmeralda(Carrossel das ilusões)
Recife - Pernambuco - Brasil
774 textos (25093 leituras)
17 áudios (1000 audições)
4 e-livros (557 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/05/21 08:59)
Esmeralda(Carrossel das ilusões)