Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

((( PELE DE AGORA )))


Você não é você. E eu não posso te devolver. Nem os contornos que dei ao teu corpo. Não são os mesmos. Minha libido, desenhada em tí um dia, já não tem cor nem ensejo. O teu beijo, capricho tão meu, me fugiu assim, tão seco, arredio. Dos improváveis véus que tecí, só me sobraram os retalhos de nada, e ontem, nem os teus cabelos secariam minha mágoa...  Manto acalourado para o meu corpo foi um dia a tua pele, mas de você só tenho em mim a pele de agora;
Cadavérica
Esquálida
Flácida
Só por hoje
Não mais plácida...
Paulo Osorio
Enviado por Paulo Osorio em 04/11/2007
Reeditado em 10/07/2009
Código do texto: T723394

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Osorio
Campinas - São Paulo - Brasil
74 textos (4913 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 04:34)
Paulo Osorio