Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Divagações

                                                               


Sentado na areia, olhava o mar  sereno.

O céu estava límpido, de um azul que transcende,

Refletia nas águas calmas do mar todo o seu esplendor.

O vento era suave e quente como as tardes de verão.

As gaivotas sobrevoavam as águas, observando os pequenos peixes.

E, hora ou outra mergulhavam para pegá-los.

As crianças brincavam, construíam castelos de areia.

Que as ondas derrubavam a todo instante.

E, eles teimosamente construíam de novo.

Os rapazes jogavam uma partida de futevôlei.

 Alguns jogavam fresco - bool.

 Outros jogavam futebol de areia.

Os casais passeavam pela orla marítima.

Às vezes de mãos dadas...

As vezes Beijando-se apaixonados.

Eu continuava sentado pensando na vida.

Aproveitava o belo dia de sol.

Lembrava da minha juventude...

Quando não parava sequer um instante.

Trabalhava e estudava durante a semana.

Sempre na expectativa da proximidade de um belo domingo de sol.

E, com certeza eu iria à praia.

Mas, de forma alguma ficaria sentado.

Estaria certamente correndo jogando bola, nadando, pegando onda.

Jacaré como chamávamos na época.

Ou pescando, coisa que eu gostava realmente de fazer.

Enfim, aproveitando o fim de semana com todo o gosto.

E, já esperando o próximo para poder curtir novamente todo o encantamento que nossa juventude pode proporcionar.

Retorno os pensamentos aos dias atuais.

Agradeço a Deus por todos os momentos que se passou em minha vida.

Da infância até o dia de hoje.

Muitas vezes eu fui triste, algumas eu fui até um pouco negligente.

Mas, também fui um lutador.

Perseverante nos meus objetivos.

Não alcancei todos, mais sou um homem feliz, realizado.

Feliz porque conheci pessoas maravilhosas no decorrer deste tempo.

Pessoas estas que ajudaram a fazer minha história.

Agradeço por isso a todos que fizeram ou fazem parte de minha vida.

Amigos, amigas, filhos, ex-mulheres, mulher atual. Pai, mãe, irmãos...

Graças a vocês, sou um homem feliz!

Um homem que lembra sempre do seu passado...

Vive o dia a dia do seu presente!

E aguarda tranqüilamente o seu futuro.

Enfim, fui, sou, e se Deus assim o quiser.

Serei um homem feliz...

Completamente realizado!

lucaroca
Enviado por lucaroca em 09/11/2007
Reeditado em 09/11/2007
Código do texto: T729837
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
lucaroca
Teresópolis - Rio de Janeiro - Brasil
241 textos (35373 leituras)
13 áudios (3849 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 22:48)
lucaroca